Aconteu
Homenagem ao Prof. José Morgado Júnior

Image 9410

A União dos Resistentes Antifascistas Portugueses (URAP) realizou no dia 17 de Dezembro, em Pegarinhos, Alijó, uma homenagem ao Prof. José Morgado Júnior, na qual participaram diversos membros da URAP, da Direcção Regional de Vila Real (DORVIR) do PCP, dirigentes associativos locais e população local.

Na ocasião usaram da palavra César Príncipe, escritor, António Machievelo, filho do homenageado e professor da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto, José Paulo e Celestina Leão, da URAP.

«É impossível falar de José Morgado sem falar de Matemática e de cidadania, assim como das suas características humanas e humanistas», destaca, em nota de imprensa, a DORVIR, lembrando que o exercício «da sua cidadania, nomeadamente em prol da democracia, custou-lhe sérias represálias infligidas pelo governo ditatorial da época, chegando no limite a ser forçado ao exílio».

Numa carta enviada a Maria Helena Novais, esposa de José Morgado, o Secretário-geral do PCP valoriza o «professor de grande mérito e antifascista consequente, um amigo e companheiro de luta por um Portugal livre, soberano e progressista». «A nossa bela revolução de Abril não teria sido possível sem a corajosa contribuição de homens dignos e patriotas como José Morgado, combatente pela liberdade, cuja vida e obra as novas gerações devem conhecer e cuja memória não podemos deixar soterrar na onda de revisionismo histórico de branqueamento da ditadura fascista que é indispensável combater», referiu Jerónimo de Sousa.


Devolver a liberdade aos Cinco

Image 9411

Intelectuais portugueses de várias opções políticas e ideológicas pediram a intervenção de Barack Obama no sentido que seja feita justiça aos cinco cidadãos cubanos presos há mais de 13 anos nos EUA, devolvendo-lhes a liberdade. «Esperamos um gesto de indicie o breve regresso ao convívio das suas famílias e do seu povo dos cidadãos António Guerrero, Fernando González, Gerardo Hernández, Ramom Labañino e René González», reclamaram os romancistas, poetas, artistas de teatro, cinema e televisão,  investigadores, ensaístas, historiadores, jornalistas, críticos de arte, editores, artistas plásticos, cineastas,  encenadores, músicos, professores universitários, agentes culturais, técnicos, economistas e juristas portugueses que subscrevem o documento.

Entre muitos outros, destaca-se os nomes de Alfredo Maia, António Avelãs Nunes, António Castanheira, Armando Caldas, César Príncipe, Cristina Nogueira, Domingos Lobo, Edmundo Silva, Francisco Melo, Frederico Carvalho, Guilherme da Fonseca Statter, Helder Costa, Hélia Correia, João de Melo, João Valente Aguiar, José Barata Moura, José Jorge Letria, José Luís Peixoto, José Russo, José Santa-Bárbara, José Sucena, Luísa Amaro, Luísa Basto, Manuel Freire, Manuel Jorge Veloso, Maria do Amparo, Modesto Navarro, Paco Bandeira, Paulo Correia da Fonseca, Possidónio Cachapa, Roberto Chichorro, Rui Breda, Rui Namorado Rosa, Rui Nunes, Samuel Quedas, Sérgio Ribeiro, Urbano Tavares Rodrigues e Vitorino Salomé.


Avis exige mudança de políticas

Por iniciativa da CDU, a Assembleia Municipal de Avis aprovou, por unanimidade, uma moção onde manifesta o seu descontentamento pelas medidas impostas pela Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano (ULSNA) e exige, entre outras medidas, a demissão do Conselho de Administração da ULSNA.

O documento em causa surge na sequência da decisão da ULSNA em proceder ao encerramento das extensões de Saúde de Alcórrego, Maranhão e Valongo e à redução do horário de funcionamento do Centro de Saúde de Avis, que deram origem a diversas acções de protesto por parte da população e dos autarcas do concelho, bem como à interposição de duas providências cautelares no Tribunal Administrativo e Fiscal de Castelo Branco.


Governo encerra urgências do Curry Cabral

No âmbito da «reestruturação» da rede de urgências da área metropolitana de Lisboa, encerrou, no dia 27 de Dezembro, o serviço de urgência e a urgência psiquiátrica do Hospital Curry Cabral. Os doentes terão agora que se deslocar para a urgência polivalente do Centro Hospitalar de Lisboa Central - Hospital de S. José. Com este fecho, deixou ainda de funcionar no Curry Cabral a Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM).


Portugal contraria boa tendência

Image 9412

Segundo o Eurostat, as salários dos agricultores europeus subiram em média 6,7 por cento, com Portugal a contrariar a tendência com uma descida de 10,7 por cento. Roménia (mais 43,7 por cento), Hungria (41,8) e Irlanda (30,1) foram os países que mais contribuíram para a média positiva dos 27 estados-membros.



Resumo da Semana
Frases