Estamos perante uma situação muito grave
Dificuldades cada vez maiores no Ensino Superior
40 mil sem bolsas

Mais de 40 mil estudantes do Ensino Superior viram a sua candidatura à bolsa de estudo recusada, estimando-se que mais de 15 mil alunos tenham perdido a sua bolsa, comparativamente a 2010.

Image 9670

No ano passado, mais de 11 mil estudantes perderam a bolsa e 12 mil viram o seu valor reduzido. Para a JCP, num comentário a uma notícia recentemente publicada sobre a matéria, estes números representam «mais um passo na escalada de elitização e destruição do Ensino Superior».

«Estes dados são consequência da política de desinvestimento que tem sido seguida por sucessivos governos, nomeadamente pelo actual do PSD/CDS, este ano agravada pelos cortes no Orçamento para a Acção Social e pelo novo regime de atribuição de bolsas, desenhado com o objectivo de limitar o acesso às bolsas», denunciam, em nota de imprensa, os jovens comunistas.

Em resultado desta situação, este ano, apenas nos primeiros dois meses de aulas, mais de seis mil estudantes abandonaram o Ensino Superior, perfazendo uma média de 100 alunos por dia a deixar de estudar.

«Estando ainda por apurar quantos estudantes viram o valor da sua bolsa reduzida e qual o real corte nas bolsas (porque o Governo se recusa a publicar dados oficiais), podemos desde já perceber que, se a estes cortes juntarmos o aumento das propinas (o maior dos últimos 20 anos), as insuficiências na Acção Social indirecta e o fim do passe escolar sub/23, estamos perante uma situação muito grave para muitos estudantes» que vão ser «forçados a abandonar o Ensino Superior por não poderem suportar os seus elevados custos», salienta a JCP.



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: