Utentes contra ataque à saúde pública
Mudar é urgente!

A cada dia que passa, cresce a indignação das pessoas com as medidas que o Governo está a implementar. No sábado, um pouco por todo o País, muitos milhares de utentes do Serviço Nacional da Saúde (SNS) manifestaram-se contra o estrangulamento financeiro dos hospitais, o aumento das taxas moderadoras e do custo dos medicamentos, o fim do apoio ao transporte de doentes, o encerramento de inúmeros serviços de proximidade, entre outras medidas que limitam e dificultam o acesso e, desse modo, colocam em causa o direito Constitucional à Saúde, tornando-a inacessível a um número crescente de portugueses. O dia 14 de Abril foi, por isso, uma grande jornada de luta, promovida pelo Movimento de Utentes dos Serviços Públicos, conjuntamente com as estruturas sindicais representativas dos trabalhadores do sector da saúde.



Autarcas defendem Poder Local
Freguesias rejeitam extinção

A Plataforma Nacional Contra a Extinção de Freguesias reuniu no passado dia 11 de Abril, em Leiria, onde, uma vez mais, rejeitou a Proposta de Lei da Reorganização Administrativa Territorial através da qual o Governo quer extinguir um terço das freguesias do País.



Câmara de Valongo
Rumo ao desastre

Na Câmara de Valongo, entre 2008 e 2010, o endividamento per capita aumentou de 525 para 715 euros e a dívida global subiu para os 36 por cento, num total de 18,5 milhões de euros.



Novo protesto marcado para hoje
Marcha pela manutenção da MAC

Governo corta no Ensino Superior

Descalabro na Câmara de Évora

Breves