Aconteu
PPP depredam erário público

Os encargos públicos com as Parcerias Público-Privadas (PPP) cresceram 28,8 por cento no primeiro trimestre, em comparação com o mesmo período de 2011, totalizando 323,8 milhões de euros, segundo dados do boletim da Direcção-Geral de Tesouro e Finanças, divulgado na semana passada.

O documento conclui que o acréscimo dos encargos líquidos ficou a dever-se, «em particular, ao crescimento acentuado dos encargos nas parcerias da saúde», que aumentaram 71,6 por cento no primeiro trimestre.

Mas os custos com PPP rodoviárias também dispararam para 247,7 milhões de euros, o que representa um aumento de 20,8 por cento em relação ao mesmo período de 2011. Esta subida ficou a dever-se à «alteração no regime de pagamentos no âmbito das concessões». No caso da concessão Beira Litoral e Alta, a introdução de portagens nas ex-SCUT implicou o pagamento de 19,7 milhões de euros por parte do Estado.


Museu Naval de Almada inaugura novo espaço

Image 10564

O Museu Naval de Almada inaugurou, no sábado, 26, um novo espaço totalmente dedicado à história da indústria naval no concelho.

Instalado no antigo armazém de moldes da Companhia Portuguesa de Pesca, na frente ribeirinha de Olho de Boi, junto ao Jardim do Rio, o novo espaço museológico alberga peças de grandes dimensões, desde hélices a guindastes, e recorda o importante papel que a indústria da reparação naval desempenhou no passado.

Segundo a autarquia, o novo espaço implicou um investimento de 300 mil euros comparticipado por fundos comunitários, sendo que grande parte das peças expostas foram oferecidas por empresas que deixaram de laborar.

O museu recorda que durante gerações a indústria de reparação naval instalada no concelho estava ao nível do que de melhor se fazia no mundo. Entre essas empresas destaca-se os estaleiros da Lisnave, que chegaram a ser reconhecidos entre os melhores a nível mundial.


Carros de luxo no topo das vendas

A queda abrupta nas vendas de automóveis em Portugal está a provocar alterações nunca vistas nas quotas de mercado das diferentes marcas.

Segundo os dados da Associação Automóvel de Portugal (ACAP), pela primeira vez na história da indústria automóvel no nosso País, as marcas premium como a BMW, Audi e Mercedes conseguem estar em quarto, quinto e oitavo lugar, respectivamente, nas lista dos modelos mais vendidos.

Fortemente penalizadas pela queda de quase 50 por cento do mercado, as marcas generalistas como Opel, Ford, Citroen ou Fiat vêem-se ultrapassadas por construtores que até agora representavam uma pequena parte das vendas.

Segundo profissionais do sector ouvidos pela Lusa (24.05), uma das razões para a menor queda das marcas de luxo reside no facto de 70 por cento das aquisições serem feitas por empresas que, ao contrário dos particulares, continuam a revelar capacidade aquisitiva.


Vinhos portugueses chegam ao pódio

Os vinhos portugueses arrecadaram 55 medalhas de ouro na 29.ª edição do International Wine Challenge, uma das maiores provas mundiais que se realiza anualmente em Londres.

Os néctares nacionais foram os terceiros mais apreciados, depois dos franceses (120 medalhas de ouro) e australianos (69). As posições mantiveram-se quando contabilizado o número total de medalhas, tendo os vinhos franceses sido premiados com 1136 medalhas, os australianos com 673 e os portugueses com 444.

A competição acolheu vinhos de 50 países, incluindo de estreantes como Colômbia e Bósnia Herzegovina, e atribuiu um total de 425 medalhas de ouro, 1637 de prata e 2715 de bronze, bem como 3488 recomendações. Para além do ouro, os vinhos nacionais conseguiram 169 medalhas de prata, 220 de bronze e 265 recomendações.


Avião solar cruza Mediterrâneo

Image 10563

O avião experimental Solar Impulse, que utiliza apenas energia solar, descolou, dia 24, do aeródromo de Payerne (Suíça), rumo a Madrid, onde aterrou na madrugada do dia seguinte.

Após esta primeira etapa, a aeronave solar, pilotada por André Borschberg, deveria descolar esta semana da capital espanhola para cruzar o Mediterrâneo e atingir a cidade de Rabat, em Marrocos.

Trata-se do primeiro avião que consegue voar durante 26 horas seguidas, utilizando apenas energia solar, acumulada nas asas. O voo Payerne-Rabat constitui um ensaio geral para a primeira volta ao mundo num avião solar, prevista para 2014.

O projecto do Solar Impulse foi iniciado em 2003, dispondo de um financiamento de cerca de 100 milhões de dólares (perto de 80 milhões de euros) durante um período de 10 anos.


<i>Para Guardar o Fogo</i> de Domingos Lobo

Image 10562

Um novo livro de Domingos Lobo, Para Guardar o Fogo – Epitáfios, Prémio Literário Cidade de Almada/2009, acaba de ser editado com o apoio da autarquia almadense, pela Página a Página.

Com prefácio de Manuel Gusmão, este livro de poemas convoca uma galeria de autores para uma série de «Conversas Póstumas», segundo subtítulo desta obra, na qual Domingos Lobo homenageia «mortos amados».

Nestas «conversas», os interlocutores imaginários são as memórias das palavras e de autores como Mário-Henrique Leiria, Alexandre O’Neill, Ary dos Santos, Ruy Belo, Fernando Pessoa, José Gomes Ferreira ou Manuel da Fonseca, entre muitos outros.



Resumo da Semana
Frases