Aconteu
Desempregados sem subsídio

Image 11063

Apenas 43,5 por cento dos desempregados em Portugal recebiam subsídio de desemprego em Junho.

De acordo com dados divulgados, dia 3, pela Segurança Social, existiam naquele mês 356 549 beneficiários de prestações de desemprego. Ora, cruzando este número com o total da população activa desempregada (819 300), apurado pelo INE no primeiro trimestre do ano, conclui-se que 463 mil desempregados não auferiam qualquer prestação de desemprego.

Não surpreende assim que o número de beneficiários do Rendimento Social de Inserção (RSI) continue a aumentar, apesar das fortes restrições impostas pelo Governo.

A Segurança Social indica que até ao final do mês de Junho existiam 338 725 beneficiários do RSI, um aumento de 6,4 por cento em relação a Janeiro, quando estavam registados 318 463 beneficiários. O valor médio da prestação RSI foi, em Junho, de 92,62 euros. Das 127 886 famílias beneficiadas, a maioria (39 903) não tem qualquer rendimento mensal.


Idosos sem dinheiro para o passe

Image 11064

Mais de 40 mil idosos da Grande Lisboa deixaram de comprar o passe «3.ªidade», no primeiro semestre deste ano, na sequência do aumento dos preços e diminuição do desconto de 50 para 25 por cento.

Segundo dados da Carris, no primeiro semestre de 2011, foram vendidos 242 717 passes «Navegante Urbano 3.ª idade», número que desceu para 200 876 no primeiro semestre deste ano, ou seja uma redução de mais de 17 por cento.

Além dos idosos, também os restantes utentes recorrem cada vez menos aos transportes públicos, tendo a Carris perdido mais de 26 milhões de passageiros no primeiro semestre deste ano, tendência que também se verificou no Metro e na Transtejo.


«Curiosity» explora Marte

Image 11065

A sonda «Curiosity» aterrou com êxito, na segunda-feira, 6, no planeta Marte, após uma longa viagem de oito meses. O veículo-robot, com seis rodas, três metros de comprimento, 2,1 metros de altura e 900 quilos de peso, é a mais avançada sonda espacial construída pela Agência Espacial dos Estados Unidos (NASA).

Foi lançado em 26 de Novembro último, de Cabo Canaveral (Flórida), num foguetão Atlas V 541. Viajou 570 milhões de quilómetros, atingindo a velocidade de 21 243 km por hora. Ao chegar ao planeta vermelho, conseguiu reduzir a velocidade para apenas 2,74 km/h graças a um enorme pára-quedas.

A missão, que representou um investimento de 2,5 mil milhões de dólares (cerca de dois mil milhões euros), tem como objectivos procurar vestígios de vida no planeta mais próximo da Terra. Para isso, o robot está equipado com uma grande variedade de instrumentos, em que se conta 17 câmaras, um raio laser capaz de destruir rochas e uma série de ferramentas de laboratório para analisar a sua composição.


Antárctica coberta por floresta

Image 11066

O continente hoje gelado da Antárctica estava coberto por floresta «semi-tropical» há cerca de 50 milhões de anos, segundo revelaram, dia 2, cientistas que participaram numa expedição ao fundo do mar nesta região em 2010.

O estudo, agora publicado pela revista britânica Nature, baseia-se na análise de fósseis recuperados por meio de perfurações ao largo da costa oriental. Análises de moléculas sensíveis à temperatura indicam que, naquele período, não havia gelo e as temperaturas atingiam os 20 graus celsius, segundo afirma o cientista australiano, Kevin Welsh, que participou na expedição.

O investigador considerou que as descobertas «são muito significativas» para a compreensão das alterações climáticas futuras.


Dois livros de João Pedro Mésseder

Image 11067

Guias Sonoras e o Pequeno Livro das Coisas são as duas mais recentes obras do professor e escritor João Pedro Mésseder.

A primeira, editada pela Deriva, reúne um conjunto de textos muito breves, como o aforismo, a sentença, o provérbio ou o micro-conto, segundo os define no posfácio a professora Ana Margarida Ramos.

Entre muitos outros, podemos ler: «A democracia é o regime que permite aos pobres escolher uma entre várias servidões. Para tal, fazendo uso da liberdade – o mais caro valor da democracia». Ou ainda: «O analfabeto político ignora que votar em branco, ou abster-se, é sempre votar em alguém. O vencedor, secretamente, agradece».

O segundo livro, editado pela Caminho, superiormente ilustrado por Rachel Caiano, é na aparência dirigido aos miúdos, mas das reflexões sobre as coisas e as suas causas tirarão proveito também os graúdos.



Resumo da Semana
Frases