Aconteu
Joaquim Benite dá nome a teatro

Image 12145

A Câmara Municipal de Almada anunciou a 19 de Dezembro a atribuição do nome de Joaquim Benite ao Teatro Municipal de Almada. A decisão foi tomada por unanimidade em reunião pública do município duas semanas após o desaparecimento do encenador, que era também director da Companhia de Teatro de Almada e responsável pelo Festival Internacional de Teatro de Almada, o mais importante do País e um dos mais prestigiados da Europa.

Com esta decisão, a autarquia pretende homenagear Joaquim Benite enquanto «homem de cultura e da cultura, que tanto contribuiu para o elevado patamar de desenvolvimento cultural alcançado no concelho».

Entretanto, no dia seguinte, estreou no Teatro Municipal de Almada a última criação de Joaquim Benite: Timão de Atenas, de Shakespeare, estreia absoluta em Portugal, cuja direcção está agora a cargo de Rodrigo Francisco, que assume também a direcção artística da Companhia.


MDM lança brochura sobre papel das mulheres

Image 12146

O Movimento Democrático de Mulheres (MDM) editou uma brochura intitulada «Criar, Trabalhar, Valorizar – As Mulheres Contribuem para o Desenvolvimento do País» que, como se lê na nota introdutória, tem como objectivo «contribuir para a compreensão alargada de que a democracia se constrói com a participação das mulheres, em todas as esferas da vida».

A publicação consta de um conjunto de dados sobre a situação das mulheres trabalhadoras em Portugal e apresenta diversas biografias de mulheres que se destacam em várias áreas da vida nacional. Conta também com fotografias que representam o trabalho e a luta das mulheres, captadas por várias fotógrafas, entre as quais a fotógrafa do Avante! Inês Seixas. 


Capitais europeias passam testemunho

Encerraram, no fim-de-semana, em Guimarães e em Braga, as programações das capitais europeias da Cultura e da Juventude, respectivamente, que tiveram lugar nas cidades minhotas ao longo do ano. Em 2013, a Capital Europeia da Cultura será dividida entre as cidades de Marselha, em França, e Kosice, na Eslováquia.

O encerramento da Guimarães 2012 ocorreu durante todo o fim-de-semana com 200 iniciativas em diversos locais da cidade. A última delas foi a actuação da companhia La Fura Dels Baus, que regressou para concluir o espectáculo de rua iniciado em Janeiro, na abertura. Em Braga, a programação terminou com milhares de pessoas a assistirem às actuações dos grupos Os Azeitonas, Orelha Negra e Cool Hipnoise.


China recorda massacre de Nanquim

A República Popular da China evocou recentemente os 75 anos do massacre de Nanquim com diversas iniciativas em que participaram cerca de 10 mil pessoas. A convite do Museu das Vítimas do Massacre de Nanquim, promotor destas acções, o Conselho Português para a Paz e Cooperação fez-se representar pela sua presidente, Ilda Figueiredo.

O massacre de Nanquim foi um crime de guerra cometido pelo exército imperial japonês em Nanquim, então capital da República da China, após a cidade ter sido ocupada em Dezembro de 1937. O massacre teve lugar durante semanas, até Fevereiro de 1938.

Após anos de intervenção na China e da ocupação de parte do seu território, o exército imperial japonês iniciou em Julho de 1937 a agressão e a ocupação generalizada da China, atacando e ocupando Xangai e posteriormente Nanquim, que sofreu então constantes bombardeamentos e a sistemática execução de prisioneiros de guerra. Calcula-se em 300 mil o número de vítimas deste massacre. 


Construção a cair

A produção no sector da construção recuou, na zona euro, 4,1 por cento em Outubro, em comparação com o período homólogo de 2011, revelou no dia 19 o Eurostat. Segundo a agência europeia de estatística, a quebra na União Europeia a 27 foi de 4,4 por cento, tendo Portugal registado a maior descida entre os estados-membros, com uma queda de 19,1 por cento. A seguir estão a Eslovénia (-15,5 por cento) e a Eslováquia (-12,8 por cento). A Bulgária e Espanha, pelo contrário, registaram subidas respectivamente de 5,7 e 3,4 por cento.

A queda homóloga registada no País no mês de Outubro é superior às registadas em Setembro, Agosto e Julho e ligeiramente inferior à verificada em Junho. Já na comparação mensal, entre Setembro e Outubro deste ano, a produção no sector recuou nos países da zona euro (-1,6 por cento), tendo aumentado outro tanto na UE. A quebra em Portugal foi de 1,2 por cento, inferior aos 13,9 por cento registadas no mês anterior.

 


Armas aos milhões

O estado norte-americano da Florida tornou-se no primeiro a superar o milhão de armas legais. A notícia foi confirmada na semana passada pelo Departamento de Agricultura, a quem cabe gerir as autorizações de uso e porte de arma. Refere a Lusa que o responsável pelo departamento lembrou a decisão assumida em 1987 de regulamentar o porte de armas e que desde então o número de armas legais não tem parado de crescer.

No final de Novembro, a Florida tinha emitido mais de 182 mil licenças a pessoas entre os 18 e os 35 anos; mais de 267 mil a pessoas entre os 36 e os 50 anos; quase 325 mil a pessoas entre os 51 e os 65 anos; e cerca de 219 mil a maiores de 66 anos.

Esta notícia surge poucos dias depois de um jovem ter assassinado 20 crianças e seis adultos numa escola, o que fez ressurgir no país o debate em torno do controlo da venda de armas. 



Resumo da Semana
Frases