Aconteu
Desempregados sem subsídio

Image 13232

Os últimos dados da Segurança Social, relativos a Abril, indicam que apenas 43,9 por cento dos desempregados recebiam prestações, ou seja, 418 153 mil beneficiários.

Embora superior em 55 605 pessoas, face ao mesmo mês de 2012, este número está longe de corresponder aos 952,2 mil desempregados (mais 132,9 mil pessoas), contabilizados pelo Instituto Nacional de Estatística no fim do primeiro trimestre, altura em que a taxa de desemprego subiu para o valor histórico de 17,7 por cento.

Os dados da Segurança Social incluem o subsídio de desemprego, subsídio social de desemprego inicial, subsídio social de desemprego subsequente e prolongamento do subsídio social de desemprego. Verifica-se ainda que o valor médio das prestações diminuiu de 501,13 euros, em Abril de 2012, para 487,67 euros, no mês passado.


FC Porto ganha campeonato

O FC Porto conquistou, no domingo, 19, o seu 27.º título de campeão nacional de futebol, e o terceiro consecutivo, ao vencer Paços de Ferreira por 2-0.

Com esta vitória, o FCP conservou a liderança na tabela classificativa, com mais um ponto do que o Benfica, terminando o campeonato sem sofrer derrotas.


Licenciados sem trabalho

O número de desempregados com Ensino Superior inscritos nos centros de emprego no final de Abril aumentou 32,1 por cento face ao mesmo mês de 2012, totalizando 87 958 pessoas.

Segundo o Instituto de Emprego e Formação Profissional, os desempregados com o nível Secundário continuam a constituir o maior grupo (168 808), tendo registado um aumento homólogo de 15,5 por cento.

Em termos de género, o desemprego aumentou mais entre os homens (13,2%) do que entre as mulheres (9%). Em Abril, o desemprego cresceu em todos os grupos profissionais excepto entre os operadores de máquinas e trabalhadores da montagem (-2,3%).

Os maiores acréscimos percentuais verificaram-se entre os quadros superiores da administração pública (72,7%) e nos docentes do Ensino Secundário e Superior (68,8%).


«Por exemplos» de Sérgio Ribeiro

Com o seu novo livro, Sérgio Ribeiro quis prestar um tributo à memória de Álvaro Cunhal. São «três pequenas histórias» que «têm a ambição de contribuir, milimetricamente que seja, para ajudar à caracterização – para hoje e para os contemporâneos – deste “homem com três metros de altura”».

A edição, de autor, oferece-nos ainda um conjunto belíssimo de desenhos inéditos de Álvaro Cunhal, «espólio valiosíssimo» que as circunstâncias, relatadas numa das histórias, colocaram nas mãos do autor.


Estremoz homenageia Rogério Ribeiro

Image 13236

O Município de Estremoz homenageou, no dia 18, a título póstumo e pela segunda vez o pintor Rogério Ribeiro, um dos filhos mais ilustres da terra, cujo nome ficará perpetuado na toponímia local.

A cerimónia de descerramento da placa Rua Mestre Rogério Ribeiro contou com a presença do edil, Luís Mourinha, de outros eleitos autárquicos, munícipes, amigos, admiradores, camaradas e familiares do homenageado.

No mesmo dia foi inaugurada a exposição «Evocação e Memória. Pintura e Desenho de Rogério Ribeiro», que está patente na Galeria Municipal D. Dinis.


No 100.º aniversário do camarada Mesquita

Image 13233

Barbeiro na Cova da Piedade, onde trabalhou até quase aos 80 anos de idade, o camarada Mesquita perfez 100 anos de idade no passado dia 18.

Para Arraiolos, onde passou a residir, rumaram filhos, netos, bisnetos e também muitos amigos que felicitaram o centenário e se alegraram com a sua «lucidez», «serenidade, de sorriso tão feliz, de cara ainda bem conservada, sem rugas, com um ramo de cravos vermelhos a dar-nos confiança», como nos relata, emocionado, um amigo de longa data do aniversariante, lembrando o seu passado de luta por uma sociedade mais justa e fraterna.


Reeditadas canções de Lopes Graça

A Associação Lopes-Graça acaba de reeditar em CD o disco «Canções do 25 de Abril/13 Canções Heróicas», editado em vinil em 1989, então por iniciativa da Associação 25 de Abril, para assinalar o 15.º aniversário da Revolução.

A gravação, na altura pessoalmente supervisionada por Fernando Lopes Graça e agora remasterizada, traz-nos de volta a voz de Celeste Amorim, falecida em Março de 2009, que ao longo de 44 anos foi o soprano solista do Coro da Academia de Amadores de Música. Acompanha-a Madalena Sá Pessoa, virtuosa professora de piano da Academia.

A edição, patrocinada pelas câmaras municipais de Almada e Cascais, para além de conter os poemas musicados por Lopes-Graça, conta ainda com um conjunto de textos sobre as intérpretes e o disco original.



Resumo da Semana
Frases