Breves
Contacto com a população

No dia 11, um grupo de activistas e simpatizantes da CDU acompanhou Luís Reis, candidato à presidência da Câmara Municipal de Lagos, numa visita ao Mercado Municipal da Avenida e aos estabelecimentos comerciais da Rua da Porta de Portugal. Neste contacto com as populações foi distribuído um documento onde se dá a conhecer os cabeças de lista à Câmara e à Assembleia Municipal de Lagos, assim como a mandatária da CDU para o concelho.


Concelho com mais vida

A CDU de Almeirim anunciou, na passada semana, que o seu cabeça de lista à Câmara Municipal é Sónia Colaço, bióloga, 35 anos e membro do Conselho Nacional do Partido Ecologista «Os Verdes». A apresentação pública da candidata terá lugar no dia 8 de Junho. Em nota à comunicação social, a CDU dá ainda conta de que irá concorrer a todos os órgãos autárquicos do concelho.


Desenvolvimento económico

O presidente do Sport Clube Marinhense, Vítor Pereira, é o candidato da CDU à Câmara da Marinha Grande nas próximas eleições autárquicas. O desenvolvimento económico, a prioridade à satisfação das necessidades básicas das populações, assim como o reforço do apoio social e ao movimento associativo constituem as linhas de força do cabeça-de-lista da CDU.


Apresentação de candidatos

Carlos Alberto Garrudo de Oliveira, 60 anos, economista e técnico oficial de contas, é o cabeça de lista da CDU à Câmara de Alcanena. Para a Assembleia Municipal a Coligação avança com Ricardo Nuno Agostinho Nogueira, 38 anos, gerente comercial e topógrafo geómetra.


«Lei dos Despejos»

No dia 15 de Maio, cerca de sessenta pessoas, entre elas vários representantes de repúblicas de estudantes e comerciantes da Baixa de Coimbra, participaram no debate realizado pela CDU no Café Santa Cruz, sobre a nova Lei do Arrendamento, conhecida como a «Lei dos Despejos».


Defender a população

Júlia Violante Correia é a candidata da CDU à presidência da Câmara de Vila Real, e Paulo Figueiredo encabeça a lista à Assembleia Municipal. Na apresentação pública dos candidatos, que contou com a presença de Jorge Humberto, do Comité Central do PCP, Júlia Correia prometeu uma «melhor qualidade de vida» para o concelho.


Trabalho e competência

José Faria, cenógrafo e actor, e Vítor Fernandes, empregado de escritório, são, respectivamente, os cabeças de lista da CDU à Câmara e Assembleia Municipal das Caldas da Rainha.


Visita à Ilha do Pico

Aníbal Pires, deputado do PCP no Parlamento Regional dos Açores, realizou, de 6 a 10 de Maio, uma visita oficial à Ilha do Pico, tendo reunido com as câmaras municipais da Madalena, São Roque e Lajes do Pico, com a Junta de Freguesia das Ribeiras, com a Direcção da Cooperativa Lactopico e com a Direcção da Associação de Armadores da Pesca Artesanal da Ilha do Pico. O deputado comunista teve ainda a oportunidade de visitar o Laboratório Regional de Enologia.


Apoio popular

No dia 17, a CDU tornou pública a candidatura de José António Gomes à presidência da Junta de Freguesia de Vialonga. O acto decorreu na Sala dos Troféus dos Grupo Desportivo de Vialonga, contando com a adesão de muitos dirigentes associativos, amigos e activistas da CDU.


Políticas alternativas

No dia 25 de Abril, num convívio com largas dezenas de apoiantes, foram apresentados os primeiros candidatos da CDU à Câmara e Assembleia Municipal da Mealhada, respectivamente João Louceiro, professor, e Isabel Lemos, professora aposentada. «Em todos os sítios, todos os espaços, concelhos, freguesias, nos locais onde vivemos e trabalhamos, em todos eles algo podemos fazer. Podemos esclarecer, intervir, estar disponíveis para fazer alguma coisa em conjunto, podemos combater e lutar para que Portugal e o povo português vivam um tempo de políticas verdadeiramente alternativas, de outras opções, de um rumo colectivo de desenvolvimento e de felicidade. Para nós e para os mais jovens», sublinhou João Loureiro.


Construir a candidatura

A Casa do Povo de Arouca acolheu, no dia 27, a apresentação pública do mandatário, Manuel Brandão, e dos cabeças de lista da CDU à Câmara, Francisco Gonçalves, e Assembleia Municipal, António Óscar Brandão.


Confiança na CDU

Em Albergaria-a-Velha os cabeças de lista da CDU à Câmara e Assembleia Municipal são Miguel Bento, engenheiro agrónomo e figura destacada na luta contra as portagens nas ex-SCUT, e Adelino Nunes, metalúrgico e coordenador da União de Sindicatos de Aveiro. A apresentação pública dos candidatos teve lugar no dia 24 e contou com a presença de Carlos Gonçalves, da Comissão Política do Comité Central do PCP.


Fazer a diferença

Júlia Balreira, mandatário da lista da CDU no concelho de Águeda, apresentou no dia 25 de Abril, durante um almoço-convívio, os primeiros candidatos à Câmara e Assembleia Municipal, respectivamente Nelson Leal – 61 anos, Oficial da Armada, na Reforma – e Francisco Simões, 65 anos, engenheiro mecânico. Nelson Leal sublinhou, entre outros aspectos, a importância de assegurar eleitos da CDU nos vários órgãos autárquicos, sendo esta a força política que faz a diferença e que defende os interesses da população e do povo trabalhador do concelho.


População exige médico

No dia 17, uma delegação da Comissão Distrital de Utentes dos Serviços Públicos de Saúde – Núcleo de Vila Maior, entregou, no Centro de Saúde de São Pedro do Sul, um abaixo-assinado contra o encerramento «temporário» há dois anos do Centro de Saúde, que servia as populações de Vila Maior e Figueiredo de Alva, na sua maioria idosos, com baixos rendimentos e sem mobilidade.

A única alternativa passou a ser o Centro de Saúde de São Pedro do Sul, onde o tempo de espera para uma consulta é, no mínimo, de um mês, se o utente tiver médico de família. Para todos os outros, refere a comissão de utentes, «é esperar horas a fio por uma vaga ou ir às urgências e continuar à espera».


Efeitos nefastos

«A forma apressada como a Câmara de Vila Verde quer resolver os problemas dos atrasos na preparação dos espaços para a realização do Campeonato Europeu de Canoagem na Vila de Prado não trará efeitos nefastos para o ambiente?», interroga-se, em nota de imprensa, a CDU de Vila Verde, tendo constatado que junto à Foz do Rio Febros havia uma empresa a proceder à extracção de inertes, pelo menos até ao dia 1 de Maio, de forma ilegal, e cuja areia se destinava a ser colocada na Praia Fluvial do Faial.

«Esperamos que a Câmara não esteja, apressadamente, a tentar resolver o problema da realização do Campeonato Europeu de Canoagem e a criar uma situação gravíssima sob o ponto de vista ambiental, de preservação do património histórico e mesmo dos efeitos que terá sobre a própria estrutura da Ponte de Prado», alerta a CDU, que está preocupada com a destruição da margem do Cávado, assim como da biodiversidade do leito e margens do próprio rio.

No documento enviado às redacções, a CDU considera ainda «estranho» que a Federação Portuguesa de Canoagem se tenha deslocado recentemente ao Clube Náutico do Prado e tenha equacionado a hipótese de suspender o evento por razões que se prendem com atrasos no arranjo local, com todos os prejuízos daí decorrentes para o concelho em geral e para a Vila do Prado em particular.


Informação contraditória

O Partido Ecologista «Os Verdes» (PEV) acusou, no dia 8, o Governo de ter enviado à UNESCO informação «omissa e contraditória» relativa à construção da barragem de Foz Tua. O PEV solicitou, por isso, uma reunião urgente ao Comité Mundial da UNESCO, em Paris, para clarificar toda a informação relativa à construção da barragem. Em causa está o projecto de deliberação e a inconsistência do documento sobre o estado de conservação do Alto Douro Vinhateiro que a sustenta, apresentados pelo Centro do Património Mundial para a próxima reunião do Comité Mundial da UNESCO, que decorrerá em Junho no Camboja.