Cortar e poupar<br>mais de 20 mil milhões

A CGTP-IN reafirma que existem alternativas à «austeridade» e apresentou propostas que poderiam representar nas contas do Estado mais de 20 mil milhões de euros, em duas linhas:

- medidas para poupar mais de dez mil milhões de euros, reduzindo quase seis mil milhões em juros da dívida pública, três mil milhões na eliminação de potenciais perdas com o BPN, e o restante na redução da «TIR» das parcerias público-privadas rodoviárias;

- medidas para aumentar a receita em mais de dez mil milhões de euros, com vista a recuperar mais de três mil milhões de euros de encargos com o BPN; criar uma taxa de 0,25% sobre as transacções financeiras e um novo escalão na taxa de IRC (mais de 3300 milhões de euros, em ambas as medidas); impor uma tributação adicional dos dividendos (1496 milhões); promover um eficaz combate à fraude e evasão fiscal (mais de 1160 milhões); criar uma contribuição extraordinária de solidariedade sobre os lucros das empresas (747,5 milhões de euros).




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: