Aconteu
Mais Desemprego em Portugal

A taxa de desemprego em Portugal atingiu o novo máximo de 17,8 por cento, em Abril, taxa que já vai nos 42,5 por cento entre os jovens até aos 25 anos.

Segundo dados divulgados, dia 31, pelo Eurostat, a taxa de desemprego subiu uma décima em relação ao mês anterior, quando se fixou em 17,7 por cento.

No que respeita aos jovens, o agravamento foi de mais de um ponto percentual, de 41,2 para 42,5 por cento.

Ambos os valores estão muito acima da média da zona euro (12,2%) ou do conjunto da União Europeia (11%). O mesmo no que toca ao desemprego jovem na zona euro (24%) e na UE a 27 (23,5%).

Portugal continua assim a ter a terceira taxa de desemprego mais elevada entre os Estados-membros da UE, apenas atrás de Grécia (27%) e da Espanha (26,8%), que lideram também o desemprego jovem (62,5% na Grécia e 56,4% em Espanha).


Auto-estradas perdem tráfego

O tráfego médio diário nas 11 auto-estradas concessionadas pela Brisa desceu 8,8 por cento no primeiro trimestre, em termos homólogos, para 13 199 veículos, provocando uma quebra nas receitas de 8,6 por cento, revelou, dia 1, a empresa.

Nos últimos quatro trimestres, as quebras de tráfego variaram entre 14 e 15,3 por cento, traduzindo-se numa diminuição de receitas que variou entre ao 10,8 e os 12,8 por cento.


Desigualdades nos países ricos

As desigualdades de rendimentos agravaram-se na maioria dos países mais desenvolvidos, revelou, dia 3, a Organização Internacional do Trabalho (OIT), que denuncia o aumento dos salários dos altos dirigentes e dos lucros de grandes empresas.

O relatório indica que as diferenças de rendimentos aumentaram entre 2010 e 2011 em 14 das 26 economias desenvolvidas, destacando-se aqui a França, a Dinamarca, Espanha e Estados Unidos.

Se «os números apresentam uma evolução positiva em numerosas regiões do mundo em desenvolvimento», em determinados países europeus, a situação começa a pôr à prova o tecido económico e social», declarou o director-geral da OIT, Guy Ryder.


China ombreia com EUA

A economia chinesa deverá ultrapassar, nos próximos anos, a norte-americana, assumindo a liderança mundial. Por seu turno, a Índia já terá ultrapassado neste momento o Japão, sendo agora a terceira maior economia.

As previsões constam no relatório «Economic Outlook», publicado dia 29, pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE). O documento estima que, no início da década de 2030, o Produto Interno Bruto combinado do Brasil, Rússia, Índia, Indonésia, China e África do Sul (BRIICS) deverá igualar o PIB conjunto das actuais economias que compõem a OCDE.


Novo romance de Modesto Navarro

Depois da primeira apresentação em Vila Flor, em 12 de Maio, terra Natal do autor, Modesto Navarro apresenta hoje, em Lisboa, na Casa de Trás-os-Montes e Alto Douro, pelas 18,30 horas, o seu novo romance intitulado «A Oitava Colina», editado pela Página a Página.

A obra, que será introduzida por Domingos Lobo, evoca o percurso do autor desde a adolescência na vila transmontanta de Vila Flor, passando pela guerra em África, a emigração, a vida em Lisboa sob a opressão fascista e a luta pela liberdade, a democracia e o 25 de Abril.


Seixal tem praia classificada

A praia de Ponta dos Corvos, no concelho do Seixal, é a primeira praia do Estuário do Tejo a ser classificada pela associação ambientalista Quercus, reflectindo os progressos realizados na área do tratamento de efluentes.

Este aprazível lugar pode agora ser utilizado com toda a segurança pela população, durante a época balnear que se estende de 15 de Junho a 15 de Setembro.

A associação classificou um número recorde de 543 praias com qualidade, distinguindo com o nível ouro 335.


O jornalismo defendido por Fernando Correia

«Em Defesa do Jornalismo e dos Jornalistas» é o título do novo livro de Fernando Correia, no qual o autor reúne um conjunto de textos escritos e publicados originalmente no final da década de 90 e na primeira metade da década de 2000.

A actualidade destes textos, como se refere na introdução, resulta não das «especiais capacidades proféticas do autor», mas sim do facto de «o frenético desenvolvimento tecnológico dos últimos anos» não ter alterado as «questões básicas relativas à estrutura social, aos interesses económicos e políticos, ao confronto ideológico próprios da actual fase do capitalismo e do jornalismo que lhe é próprio».


Faleceu Boavida Amaro

Faleceu recentemente, aos 77 anos, o artista plástico Boavida Amaro. Membro do PCP desde 1975 foi um lutador antifascista, tendo integrado o MUD Juvenil.

Nasceu em 1936 no Ladoeiro (Beira Baixa). Cursou Gravura na SCGP, com Alice Jorge, Carmen Grácia e João Hogan. Estudou serigrafia com o artista belga Dacos.

Participou em numerosas exposições, individuais e colectivas e fundou, nos anos 80, a Galeria de Arte Liberdade 190, em Lisboa.

Fez parte do colectivo que pintou o painel do 10 de Junho de 1974 no Mercado do Povo, em homenagem ao 25 de Abril, bem como o mural «solidariedade» com Rogério Ribeiro para a Festa do Avante em 1979. Participou em várias edições da Bienal da Festa do Avante!.



Resumo da Semana
Frases