Aconteu
Agricultura ocupa desempregados

A taxa de desemprego em Portugal foi de 16,4 por cento no segundo trimestre, 1,3 pontos percentuais abaixo do trimestre anterior, mas mais 1,4 pontos percentuais do que no mesmo período de 2012, segundo estimativas do Instituto Nacional de Estatística (INE).

O Inquérito ao Emprego do INE, de Abril a Junho, indica que a população desempregada ascendeu a 886 mil pessoas, o que representa um aumento homólogo de 7,1 por cento e uma diminuição trimestral de sete por cento (mais 59,1 mil e menos 66,2 mil pessoas, respectivamente).

A população empregada esteve um pouco acima dos 4,5 milhões de pessoas, o que traduz uma diminuição homóloga de 3,9 por cento e um aumento trimestral de 1,6 por cento (menos 182,6 mil e mais 72,4 mil pessoas, respectivamente).

Note-se que, neste período, 46,2 mil pessoas encontraram ocupação na agricultura, o que revela o carácter sazonal desta diminuição relativa do desemprego.

O INE mostra ainda que a população activa diminuiu 2,2 por cento em relação ao trimestre homólogo de 2012 (abrangendo 123,6 mil pessoas) e aumentou ligeiramente (0,1%; 6,2 mil pessoas) em relação ao trimestre anterior.


Dívida do Japão atinge 245 por cento do PIB

A dívida pública do Japão alcançou, em Junho, um novo recorde histórico ao atingir os 1000 biliões de ienes (7,7 biliões euros), anunciou, dia 9, o Ministério das Finança nipónico.

Este montante astronómico, que representa duas vezes e meia o Produto Interno Bruto (PIB) do país, já levou as autoridades a anunciar alguns cortes na despesa, em cerca de 62 mil milhões de euros.

A relativa normalidade com que o governo encara a situação explica-se pelo facto de o Japão ser a terceira economia mundial e de 90 por cento da sua dívida pública ser detida pelos japoneses.


Bundesbank prevê novo resgate grego

O banco central alemão prevê que a Grécia vai precisar de um novo programa de resgate, o mais tardar no início de 2014, revela um documento interno do Bundesbank, divulgado, dia 11, pelo Der Spiegel.

No documento, o banco central avalia criticamente a último exame da troika à economia grega, considerando que foi motivada por «pressões políticas».

Sem referir pressões directas do Governo alemão, a instituição considera infundado o «optimismo» de acreditar que não será necessário um novo programa de resgate.


Indústria em queda

O índice de volume de negócios na indústria recuou, em Junho, 4,7 por cento acentuando a queda de 0,9 por cento registada no mês anterior.

Segundo dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), o índice de vendas com destino ao mercado externo diminuiu 3,7 por cento, quando em Maio tinha crescido 2,5 por cento, enquanto o índice relativo às vendas para o mercado nacional recuou 5,4 por cento, contra 3,5 por cento em Maio).

O índice de energia passou de um aumento de 6,7 por cento em Maio para uma redução de 3,2 por cento em Junho, tendo todos os restantes grandes agrupamentos industriais registado diminuições homólogas «mais intensas» do que em Maio.

Na secção das indústrias transformadoras o respectivo índice teve uma redução homóloga de 4,5 quando no mês anterior registou um aumento de 0,4 por cento.

O índice de emprego diminuiu 3,1 por cento face a Junho de 2012 e 3,6 por cento face ao mês anterior.


«A Gaiola Dourada» vista por 100 mil

A comédia «A Gaiola Dourada», do realizador Ruben Alves, sobre uma família de emigrantes portugueses em Paris, foi vista por 109 366 espectadores na semana de estreia em Portugal, segundo dados do Instituto do Cinema e Audiovisual (ICA).

O filme, estreado no dia 1, entrou directamente para o primeiro lugar das exibições de cinema comercial, gerando uma receita bruta de bilheteira de 561 mil euros.

Protagonizado por Rita Blanco e Joaquim de Almeida, no papel de um casal de emigrantes portugueses há 30 anos emigrados em Paris - ela porteira, ele pedreiro -, o filme foi anteriormente estreado nos cinemas franceses, onde somou mais de um milhão de espectadores.

Em declarações à Lusa, Ruben Alves disse que a longa-metragem foi o resultado de «30 anos de observação» dos pais e familiares que o rodeavam.

«É tempo de homenagear estas pessoas todas que fugiram do país, foram trabalhar para fora e lutar pela vida», disse o realizador.


Obra de Saramago publicada no Brasil

Com a publicação dos romances «Levantado do chão» e «Memorial do convento», cujo lançamento estava anunciado para ontem, terça-feira, no Brasil, a editora Companhia das Letras conclui a edição da obra completa do Nobel da Literatura português naquele país.

Segundo informou a Fundação José Saramago, na sessão de apresentação em São Paulo previa-se a participação de Pilar del Río, viúva do escritor e presidente da fundação, de Mia Couto, escritor moçambicano Prémio Camões 2013, e da autora brasileira Andréa del Fuego, Prémio José Saramago em 2011.



Resumo da Semana
Frases