- Edição Nº2094  -  16-1-2014

Duodécimos rejeitados

«A esmagadora maioria dos trabalhadores de grandes empresas do distrito rejeitou receber os seus subsídios de férias e de Natal em duodécimos», informou anteontem a União dos Sindicatos de Setúbal, dando como exemplos o pessoal das grandes superfícies comerciais, da transportadora TST e de importantes unidades industriais, como a Parmalat, a Visteon, a Fisipe, a EDP, a Lisnave, a Portucel, a Delphi, a Autoeuropa e outras deste parque industrial.

Para a USS/CGTP-IN, esta rejeição deixa bem expressa a vontade dos trabalhadores de continuarem a manter o pagamento dos subsídios de férias e de Natal conforme o estipulado, recusando que sejam repartidos por doze meses. Foram assim contrariadas, por mais um ano, as medidas constantes do Orçamento do Estado, congratula-se a União.

 

Dia nacional de luta

As estruturas distritais da CGTP-IN estão a anunciar algumas das acções já decididas para o dia nacional de luta, que a central convocou para 1 de Fevereiro.
Trabalhadores dos distritos de Lisboa e Setúbal vão concentrar-se no Cais do Sodré, às 15 horas, seguindo para os Restauradores.
Em Braga, a concentração está marcada para as 15 horas, no Parque da Ponte.
Também para as 15 horas, foi anunciada uma concentração em Santarém.