Aconteu
Portugal perde dois milhões de habitantes

A população residente em Portugal tenderá a diminuir até 2060, em qualquer dos cenários de projecção elaborados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Num estudo divulgado dia 27, o cenário central do INE prevê que a população venha a diminuir de 10,5 milhões de pessoas, em 2012, para 8,6 milhões de pessoas, em 2060.

«Além do declínio populacional espera-se alterações da estrutura etária da população, resultando num continuado e forte envelhecimento demográfico», salienta ainda o estudo.

De acordo com o INE, entre 2012 e 2060, o índice de envelhecimento aumentará de 131 para 307 idosos por cada 100 jovens, no cenário central. Nesse mesmo período e cenário, o número de pessoas em idade activa passará de 340 para 149 pessoas por cada 100 idosos.

O INE teve por base as Estimativas Provisórias Anuais de População Residente em Portugal em 31 de Dezembro de 2012 e um conjunto de dados demográficos sobre fecundidade, mortalidade e migrações internacionais.


PIB em 2016 abaixo do nível de 2008

O Banco de Portugal estimou, dia 26, que o nível do Produto Interno Bruto (PIB) entre 2014 e 2016 ficará «ainda abaixo [do nível] de 2008», apesar do «aumento gradual da taxa de crescimento» da economia portuguesa.

Para 2014 a 2016, o Banco de Portugal espera uma recuperação do PIB, pressupondo uma «recuperação gradual do consumo privado», impulsionada pela «manutenção da taxa de poupança em níveis superiores aos observados desde o início na área do euro», pela «recuperação marginal do rendimento disponível real em 2014, seguida de uma recuperação moderada em 2015 e 2016» e pelo aumento do consumo de bens duradouros.

Daqui se infere que as previsões do BdP assentam na suposição de que o poder de compra dos portugueses vai aumentar neste e nos anos seguintes, o que não condiz com as novas medidas de austeridade que têm vindo a público, como o corte das pensões e salários.

 


Mão-de-obra mais barata

O custo da mão-de-obra em Portugal caiu 5,1 por cento entre 2008 e 2013, segundo indicou, dia 27, um estudo do Eurostat.

O gabinete de estatísticas europeias revela ainda que o custo médio da mão-de-obra na zona euro era de 23,7 euros por hora em 2013 e 28,4 euros no conjunto da União Europeia, enquanto em Portugal se cifrava em 11,6 euros, ou seja menos de metade de qualquer das médias europeias.


Teatro em tempo de crise

O Dia Mundial do Teatro celebrou-se, dia 27, em todo o mundo, sob os auspícios da UNESCO, organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura, que o instituiu em 1962.

No nosso País, a data foi assinalada com várias iniciativas, nomeadamente espetáculos gratuitos ou a preços reduzidos.

A mensagem do Dia Mundial de Teatro, da autoria do dramaturgo sul-africano Brett Bailey, lembra este tempo «em que tantos milhões lutam para sobreviver», o sofrimento causado por «regimes opressivos e capitalismos predadores», rematando com a interrogação: «Estaremos nós, os artistas do palco, em conformidade com as exigências dos mercados higienizados ou será que têm medo do poder que temos para limpar um espaço nos corações e no espírito da sociedade, reunir pessoas, para inspirar, encantar e informar, e para criar um mundo de esperança e de colaboração sincera?»


Saramago dá nome a rua no Porto

A Câmara do Porto aprovou, dia 25, a atribuição do nome de José Saramago a uma rua da cidade. A proposta foi feita pela CDU, que retomou uma ideia chumbada pela anterior maioria camarária PSD/CDS, em 2010, sob o pretexto de que apenas se aceitavam «nomes de cidadãos com ligação directa ao Porto».

Para além do Nobel da Literatura, o presidente da autarquia, Rui Moreira, defendeu que uma próxima artéria da cidade deverá receber o nome da poetisa Sophia de Mello Breyner Andresen.


Músicas Festivas reunidas em CD

A série de obras musicais de Fernando Lopes-Graça, designada «Músicas Festivas» encontra-se agora disponível num CD duplo, que conta com interpretação do pianista António Rosado.

Como o compositor as descreveu «umas são pequenas, outras maiorzinhas. É uma colecção que eu tenho: uma comemoração disto, uma comemoração daquilo, uns anos deste, um casamento daquele… São “Músicas Festivas”».

A obra pode ser pedida para musicasfestivasflg@gmail.com.



Resumo da Semana
Frases