Uma Festa sempre jovem
Cidade da Juventude, cidade da música

A construção da Festa do Avante! – literalmente erguida a pulso pelo trabalho solidário e militante, onde os saberes sem idade se fundem com a alegria, a generosidade e a inesgotável vontade de participar e aprender dos mais novos – é todos os anos uma tarefa portentosa e uma experiência inesquecível. Que o digam os mais jovens que ali passam boa parte das suas férias, garantindo em cada ano que passa que esta é, sem sombra de dúvidas, a grande Festa da juventude.

Como é sabido, embora isso não seja prerrogativa sua, onde há juventude há música; como tão bem cantou a brasileira Simone, ela é a companheira do quarto dos rapazes, a confidente do quarto das meninas, e ainda Farol na cerração dos grandes medos /A força que levanta os bailarinos / Elétrica guitarra entre os dedos / Aflitos e quentes dos meninos / Música, música... Ora é no caminho da música, justamente, que decorre uma boa parte do trabalho da JCP, que todos os anos faz questão de levar à Cidade da Juventude na Festa do Avante! novos valores do campo musical. Este é um trabalho que começa cedo, bem longe da Atalaia, com o já tradicional Concurso de Bandas, uma oportunidade única que para muitos grupos se revelou uma autêntica rampa de lançamento nos intrincados caminhos do sucesso.

É claro que tudo começa com a inscrição dos concorrentes; este ano, até ao momento, inscreveram-se a nível nacional 88 bandas, o que é revelador do sucesso e da capacidade de atracção da iniciativa e dos seus objectivos: promover e divulgar os novos valores da música portuguesa e defender o direito à cultura.

Centenas de músicos e de milhares de jovens, em todo o País, vão participar ao longo do Verão nas várias eliminatórias com que se constrói o maior concurso de bandas nacional. Aqui os jovens artistas têm uma oportunidade para mostrar o seu trabalho e o seu valor, contribuindo desta forma não apenas para a sua própria valorização mas também – e sobretudo, arriscamos dizer – para a importante luta contra a política de desinvestimento na cultura que tem sido seguida pelos sucessivos governos PS, PSD e CDS.

Quanto à edição 2014 do Concurso de Bandas Palco Novos Valores (PNV) propriamente dita arrancou no passado dia 27 de Junho com a eliminatória da Organização do Ensino Superior, em Lisboa, no Martim Moniz, com presença de seis Bandas e muitos jovens.

Este fim-de-semana é a vez das eliminatórias concelhias: dia 11 em Sintra, dia 12 em Vila Franca de Xira no Jardim Costantino Palha; e em Grândola no Parque 1.º de Maio. De cada uma destas eliminatórias passará uma banda para a respectiva final regional.

As eliminatórias finais que vão apurar as nove bandas que irão actuar no PNV da Festa do Avante têm também já data marcada. A 19 Julho, em Beja, realiza-se a final do Alentejo, enquanto em Aveiro decorre a final de Aveiro/Viseu. No dia 1 de Agosto tem lugar a final de Braga/Viana do Castelo (em Braga) bem como a final do Algarve. No dia 2 de Agosto são as finais de Lisboa (em Lisboa), Porto/Vila Real/Bragança (na cidade do Porto), Setúbal (em Almada), Leiria/Santarém (em Leiria), Coimbra/Castelo Branco/Guarda (em Coimbra, no Bar clube de Rugby).

Para além das bandas finalistas apuradas no Concurso, o Palco Novos Valores apresenta ainda três bandas convidadas: Viralata; Skills & The Bunny Crew; e Black Bombain.

Na Cidade da Juventude há ainda lugar para diversas formas de expressão artística, bem como debates sobre a situação política e os problemas e lutas específicos da juventude que motivaram ao longo do ano as batalhas travadas nas escolas, nas ruas e nos locais de trabalho.

Reforçada pelo seu 10.º Congresso, realizado a 5 e 6 de Abril sob o lema «Avante com Abril! Organizar, lutar, transformar», a JCP aproveitará o seu espaço na Festa para dar a conhecer as conclusões da sua assembleia magna, divulgar as suas propostas e actividade, e cativar novos membros para a organização revolucionária da juventude.

Em destaque estará ainda o 18.º Festival Mundial da Juventude e dos Estudantes, que irá juntar, em Dezembro, no Equador, milhares de jovens sob o lema «A juventude unida contra o imperialismo, por um mundo de paz, solidariedade e transformação social».

Ponto de encontro obrigatório para os milhares de jovens (e não só) que visitam a Festa,

a Cidade da Juventude proporciona a todos um ambiente alegre e combativo – ponto de honra dos milhares de jovens que a constroem e fazem funcionar – e é um espaço garantido de convívio, solidariedade e luta pelo Portugal de Abril. Com muita, muita música, como é apanágio da juventude.


Comboio da Festa

A JCP volta a organizar este ano o Comboio da Festa. Partindo de Braga, na manhã de sexta-feira, dia 5 de Setembro, e passando por Nine, Famalicão, Porto, Gaia, Ovar, Aveiro, Coimbra-B, Pombal, Entroncamento e Santarém, o Comboio chegará à Festa ainda a tempo dos participantes montarem as suas tendas e entrarem na Festa do Avante! aquando da sua abertura. O regresso faz-se no dia 8 (segunda-feira de manhã). Além dos distritos abrangidos pelo Comboio, a JCP está a organizar por todo o país autocarros para poderes mais facilmente e com menos custos chegar à Festa.

Para mais informações e reservas:
www.jcp-pt.org
www.facebook.com/JuventudeComunistaPortuguesa
www.festadoavante.pcp.pt
mail@jcp-pt.org
913 252 703



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: