Aconteu
BES aumenta dívida pública

A Comissão Europeia reviu em alta a estimativa de dívida pública portuguesa para este ano para os 131,3 por cento do PIB.

Segundo um relatório citado pela Lusa, dia 14, Bruxelas subiu a sua previsão anterior (126,7%) em 4,6 pontos percentuais, «devido principalmente à resolução do BES».

«Os empréstimos de 0,4% do PIB dos bancos ao Fundo de Resolução devem ser contabilizados como aumento da dívida», assinala o documento elaborado pela Direcção-Geral dos Assuntos Económicos e Financeiros da Comissão.

Portugal terá de dispor de «uma média de 13 mil milhões de euros por ano durante o período 2014-2020 apenas para financiar a dívida de médio e longo prazo», afirma o relatório.


Malaposta perde metade dos efectivos

O Centro Cultural Malaposta passará a contar com apenas 16 trabalhadores, contra os actuais 40, em consequência da extinção da empresa municipal que gere aquele equipamento desde 2007.

Em declarações à Lusa, dia 10, o director artístico do Centro Cultural Malaposta, Manuel Coelho, disse que o ambiente é de apreensão: «Há um sentimento de muita revolta porque as pessoas se sentem injustiçadas. A extinção da Municipália foi decretada pelo Governo, mas assenta numa lei de uma inconstitucionalidade gritante».

Como a lei determina a extinção no caso de resultados negativos nos últimos três anos, a empresa municipal é vítima do efeito de retroactividade, uma vez que «o resultado líquido do primeiro semestre deste ano até foi positivo».

 


Jovens desempregadas vencem concurso

Três jovens arquitectas portuguesas venceram um concurso internacional com um projecto de abrigos para os refugiados na Síria, que irá estar em exposição na sede das Nações Unidas, em Nova Iorque, em Dezembro.

Ângela Pinto, Joana Lacerda e Carla Pereira participaram num curso através da Internet, que tinha como objectivo final a elaboração de um projecto para concurso.

Como todas estão desempregadas decidiram concorrer, pois «a temática de uma arquitectura social e mais humana interessa-nos bastante», explicaram à Lusa, no dia 9.

Todavia, como o prémio consiste na exposição do trabalho na sede da ONU, as três arquitectas precisam primeiro de arranjar dinheiro para custear a viagem até Nova Iorque.


«Até amanhã camaradas» premiado

Joaquim Leitão venceu o Prémio Sophia para Melhor Realizador com o filme «Até amanhã camaradas», atribuído, dia 8, pela Academia Portuguesa de Cinema.

Na cerimónia foram ainda distinguidos com prémios de carreira o director de fotografia, Eduardo Serra, o produtor Henrique Espírito Santo e o realizador José Fonseca e Costa.


Campeões no hóquei

A selecção portuguesa conquistou, dia 11, o campeonato europeu de hóquei em patins de sub-20, ao derrotar a congénere de Espanha por 3-2, num jogo disputado no Pavilhão de Valongo.

Portugal, que vence a competição desde 2008, já soma 18 títulos continentais, apenas menos cinco do que a Espanha. A França conquistou o terceiro lugar, ao vencer a Itália por 2-1.


NYT pede fim do bloqueio a Cuba

O jornal norte-americano The New York Times pediu ao presidente Barack Obama que «reflicta seriamente» sobre Cuba para «retomar relações diplomáticas» com o país e «acabar com o embargo insensato».

Num editorial publicado, dia 11, em inglês e espanhol, o jornal considera que «uma mudança» da política norte-americana em relação a Cuba «poderia representar um grande triunfo» para o governo de Obama, cuja popularidade está em baixo.

«Obama deve aproveitar a oportunidade para o acabar uma longa era de inimizade e ajudar um povo que sofreu imenso», acrescenta o texto.

Os Estados Unidos e Cuba romperam relações diplomáticas em 1961. Um ano depois Washington impôs um embargo económico contra a ilha.



Resumo da Semana
Frases