Aconteu
Mulheres longe da igualdade real

Iguais perante a lei, as mulheres são mais atingidas do que os homens pelas chagas sociais em Portugal.
Segundo os últimos dados do INE, citados pela CGTP-IN a propósito das comemorações do 8 de Março, a taxa de desemprego oficial entre as mulheres é de 14,3 por cento (13,5% entre os homens).
Mas o desemprego real e a subocupação afectam 25,3 por cento da população activa feminina, ou seja, uma em cada quatro mulheres está desempregada ou subocupada, quando em 2011 esta percentagem era de 22,1 por cento.
A precariedade atinge 39 por cento das jovens até aos 35 anos, sendo que 63 por cento das trabalhadoras com menos de 25 anos têm vínculos não permanentes.
A desigualdade reflecte-se ainda nas remunerações, que, em média, são 17,5 por cento inferiores às dos homens, apesar de terem habilitações mais elevadas.
A percentagem de mulheres que ganha o salário mínimo nacional (17,5%) é praticamente o dobro da dos homens (9,4%).


AML rejeita financiar transportes

A Comissão Executiva da Área Metropolitana de Lisboa (AML) rejeitou, dia 5, a transferência para os municípios do financiamento dos transportes públicos da região, considerando que a responsabilidade deve manter-se no poder central.
Em comunicado, o órgão salienta que «o modelo de financiamento apontado» implicaria «novas obrigações orçamentais» para os municípios, as quais, em última análise, se reflectiriam «nos cidadãos utentes dos sistemas de transportes», através de novas taxas.
Reiterando a sua disponibilidade para participar na definição da política e coordenação dos transportes na região, a AML manifestou ainda a sua discordância com o processo de privatização da Carris e do Metro.


Pessoa no Congresso dos EUA

Uma exposição sobre Fernando Pessoa, com manuscritos originais do poeta e poemas escritos em inglês, foi inaugurada, dia 4, na Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos, em Washington.
A exposição, que está patente até ao final do mês, decorre em simultâneo com uma mostra cultural de Portugal e de Espanha no Kennedy Center, onde será evocada a obra de José Saramago, bem como dos arquitectos Álvaro Siza Vieira e Souto de Moura.


Nelson Évora conquista ouro

O atleta português Nelson Évora conquistou, no sábado, 7, o primeiro lugar no triplo salto dos Europeus de Atletismo de pista coberta, realizados em Praga, República Checa.
Após três anos de paragem devido a lesões, o atleta efectuou um salto de 17,15 metros, que lhe valeu o primeiro lugar no pódio.
No mesmo dia, os portugueses Joana Castelão e João Costa venceram a prova de Air 50 Pistol, nos Europeus de tiro de ar comprimido, decorridos em Arnhem, na Holanda.


«Urbano O Eterno Sedutor»

O livro de Eduardo M. Raposo, «Urbano – O Eterno Sedutor», editado pelas edições Colibri, foi apresentado, dia 7, numa sessão realizada na Casa do Alentejo, em Lisboa.
A obra, como o autor a define, é uma homenagem ao falecido escritor, Urbano Tavares Rodrigues, que «pintou a terra, o povo, a alma e a história alentejanas, ajudando a levar o nome do Alentejo ainda mais longe».
Mas é sobretudo uma homenagem ao «lutador que desde os negros tempos do fascismo ousou arriscar a sua vida em busca do bem comum; da Liberdade, da Justiça e da Igualdade. Um homem que após a Libertadora Madrugada de Abril, e movido por um profundo sentimento de abnegação, se despojou da sua riqueza pessoal em nome dos ideais que sempre defendeu, entregando o seu latifúndio a quem o trabalhava. Coerência que, de resto, o acompanhou até ao último suspiro».


Helena Chainho expõe em S. do Cacém

A exposição de Trapologia «Retalhos de Vida de Helena Chainho» foi inaugurada, dia 7 de Março, no Museu Municipal de Santiago do Cacém.
A ocasião foi ainda aproveitada pela artista plástica para apresentar o livro da sua autoria «A Família».
A abertura da mostra, que estará patente até 11 de Abril, contou ainda com a actuação do grupo de cante alentejano feminino de Vila Nova de Santo André «Vozes Além Tejo».



Resumo da Semana
Frases