Aconteu
Municípios reduzem dívida e investimento

Os municípios portugueses baixaram consideravelmente o seu endividamento, apesar da forte redução de receitas que sofreram, concluiu um estudo da Universidade do Minho, divulgado dia 12.
O trabalho é assinado por Francisco Veiga, da Escola de Economia e Gestão, e foi encomendado pela Direcção Geral da Administração Local.
Nos últimos quatro anos, a dívida dos municípios baixou de oito mil milhões de euros para seis mil milhões, registando-se ainda uma forte diminuição dos pagamentos em atraso.
Todavia, como assinala o investigador, esta melhoria relativa ficou a dever-se a uma redução considerável das despesas, sobretudo as de investimento.
O estudo refere ainda que os serviços gerais de administração, a habitação e serviços colectivos, os transportes e comunicações e a educação constituem cerca de três quartos da despesa total.


Médicos apontam falta de recursos

Um inquérito, realizado pelo ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa, revela que 80 por cento dos médicos do SNS consideram que as reformas no sector público já afectaram a qualidade dos cuidados prestados e que não é possível realizar mais cortes financeiros sem comprometer a qualidade.
O estudo, divulgado dia 8, apurou que 60 por cento dos médicos dos centros de saúde se confrontam com faltas de material recorrentes, enquanto 40 por cento dos clínicos dos hospitais públicos afirmam terem tido falta de medicamentos para tratar adequadamente os doentes.
A falta de material é ainda a razão apontada por 30 por cento dos inquiridos para o adiamento de cirurgias ou não utilização de certas técnicas.
Uma maioria de 60 por cento confirma o aumento do abandono das terapêuticas por parte dos doentes nos últimos anos.


Morreu lenda do Jazz

O saxofonista Ornette Coleman, figura histórica que marcou a inovação do jazz contemporâneo, morreu, dia 11, em Manhattan, aos 85 anos.
A história de Coleman cruzou-se com a resistência ao fascismo português, ao participar no Cascais Jazz de 1971, que terminou sob ameaça de intervenção policial, depois de o seu contrabaixista, Charlie Haden, dedicar uma música aos movimentos de libertação de Angola e Moçambique.


Medalhas nos Europeus

O canoísta Fernando Pimenta conquistou, dia 15, a medalha de prata na prova de K1 1000 dos Jogos Europeus, competição realizada em Mingachevir, a 300 quilómetros de Baku, no Azerbaijão.
O atleta português apenas foi batido pelo campeão da Europa Max Hoff, da Alemanha, concluiu a prova em 3.28,205, deixando Pimenta a 216 milésimos e o dinamarquês Rene Poulsen a 658.
Na véspera, João Silva já havia conquistado a medalha de prata no triatlo, tendo terminado a prova a 11 segundos do vencedor, o britânico Gordon Benson.


40 vidas por Abril

«40 Vidas por Abril» é uma obra organizada por Carlos Ferreira, que a editora Modo de Ler acaba dar à estampa.
O livro, que se insere nas comemorações do 40.º aniversário da Revolução de Abril, é prefaciado por Jerónimo de Sousa, Secretário-geral do PCP, e resultou de uma ideia do editor José Cruz Santos.
Composto por depoimentos «de homens e mulheres com proveniências diversas e vivências múltiplas», o propósito da obra é combater o esquecimento, como refere o autor na breve introdução.
Nas palavras do prefaciador, «aquilo que mais brilha nestas “40 vidas por Abril” é o testemunho dos tempos exaltantes da revolução e a certeza de que as suas realizações e os seus valores são algo que nada nem ninguém conseguirá jamais apagar da História de Portugal, nem eliminar do coração e da consciência dos portugueses».


Questões do Marxismo

Da autoria do Manuel Dias Duarte, filósofo, escritor e ensaísta, «Questões do Marxismo» é uma abordagem da obra e pensamento de Karl Marx e Friedrich Engels, vistos como «um marco incontornável para o pensamento moderno e pós-moderno, dado estarmos perante uma verdadeira “ruptura epistemológica”».
«Podemos aceitar ou não aceitar as suas teses, mas o pensamento de ambos faz hoje parte integrante do património cultural da Humanidade, e depois deles nunca mais se pôde filosofar como se a amizade e a colaboração entre ambos nunca tivessem existido», diz-nos ainda o autor desta obra.



Resumo da Semana
Frases