Cidade da Juventude
Ponto de encontro para a luta

Espaço da organização revolucionária juventude – a Juventude Comunista Portuguesa –, a Cidade da Juventude afirma-se na Festa do Avante! pelo conteúdo político mobilizador, confirmando-se, durante três dias, como ponto de encontro para a luta que continua.

Image 18784

Quer na exposição política quer nos murais que vão decorar as paredes do pavilhão, situado junto ao Palco 25 de Abril (murais contendo mensagens e palavras de ordem direccionadas para os estudantes do Secundário, do Superior e para a juventude trabalhadora, mas também sobre questões da cultura e do desporto), sublinha-se três temas centrais: os direitos dos jovens a uma escola pública, gratuita e de qualidade; ao trabalho com direitos e a sua luta pela política alternativa capaz de os concretizar; e as propostas eleitorais da CDU para a juventude.

Defesa de direitos, batalha pela alternativa e difusão das propostas do PCP-PEV que têm, aliás, marcado a acção recente da JCP. Releve-se o papel e intervenção dos jovens comunistas na concretização de iniciativas reivindicativas, nalguns casos com expressão de massas, tais como: o apitão nacional e o foto-protesto dos estudantes do Ensino Secundário contra os exames nacionais, as lutas por objectivos concretos travadas pelos estudantes do Ensino Superior, ou pelos jovens trabalhadores nas empresas e locais de trabalho.

A JCP e os seus militantes tiveram ainda forte participação em grandes iniciativas de carácter unitário, casos da manifestação da juventude trabalhadora, em Março, em Lisboa, das comemorações populares do 25 de Abril e da jornada do 1.º de Maio.

Igualmente impressivo foi o contributo da organização revolucionária da juventude no apelo à participação na Marcha Nacional «A força do Povo», realizada a 6 de Junho, pela CDU, fazendo daquele um momento de convergência dos pequenos e dos grandes combates, os quais, recorde-se, mereceram campanhas próprias levadas a cabo pela JCP em torno da rejeição dos exames nacionais e das propinas, por mais e melhor acção social e contra a precariedade laboral.

Esta última incluiu dezenas de contactos com jovens trabalhadores e teve como desfecho a apresentação, por parte do grupo parlamentar do PCP na Assembleia da República, de um pacote de medidas contra a precariedade. O conjunto normativo favorável aos trabalhadores, particularmente aos jovens, acabou chumbado pelos partidos executantes da política de direita: PSD, CDS e PS.

AGIT(ar)

Com as eleições agendadas para o próximo dia 4 de Outubro, a JCP tem vindo a desenvolver uma intensa campanha visando ganhar consciências para a necessidade de romper com a política de direita e de abrir caminho a uma verdadeira política alternativa, reforçando em número de votos e deputados a Coligação PCP-PEV. É nesse quadro que têm tomado forma dezenas de acções de contacto em locais de concentração e confluência de jovens.

Na Festa do Avante!, prossegue a dinâmica de esclarecimento protagonizada pela JCP, desde logo na área do Palco AGIT. Ali, para além de ser possível relaxar e retemperar forças para a Festa e para a luta, tomar contacto com o jornal da JCP – o AGIT – ou espreitar a banca de materiais, os visitantes terão à sua disposição uma rica e diversificada programação.

Sábado, 5, e domingo, 6, ao início da tarde, no Palco AGIT realizam-se dois debates, sob as consignas «Que seja agora! Queremos o que é nosso» e «Está nas nossas mãos», respectivamente, procurando envolver a juventude na discussão sobre o seu papel, a situação que hoje atravessa e a alternativa para a mudança. No mesmo local será possível assistir a concertos (PHM, DMK, Them Flying Monkeys, Ol'Jolly Roger) e a outras actividades artísticas e performativas (Oficina de Teatro – Mauro Courage, demonstração de Danças do Mundo/Norte da Europa, Poesia de Intervenção, Graffiti).

  

Palco Novos Valores

Prosseguindo o sucesso alcançado nos últimos anos, o Palco Novos Valores que se encontra junto à Cidade da Juventude é o espaço onde vão actuar os vencedores do Concurso de Bandas organizado pela JCP. Este ano, mais de 100 bandas participaram nas 35 eliminatórias e nove finais regionais realizadas ao longo de meses, envolvendo milhares de jovens por todo o País.

O Concurso de Bandas promovido pela JCP – o maior de expressão nacional no seu género –, assim como o palco que dinamiza na Festa do Avante!, têm-se afirmado no panorama da música portuguesa por revelarem a qualidade do trabalho de quem quer singrar na música e se associa à luta em defesa do direito à cultura. As nove bandas vencedoras, juntamente com as bandas convidadas, farão do Palco Novos Valores uma passagem obrigatória para quem quer descobrir a nova música portuguesa.

Este ano, para além da actuação das bandas apuradas, os convidados são: Malaba, NTS, Pista e Projecto Bug.

 

Até à Atalaia de comboio...

A JCP volta a organizar o Comboio da Festa para todos os que se quiserem juntar a esta viagem. É a forma mais cómoda, barata e animada para chegar à Quinta da Atalaia. O comboio partirá no dia 4 (sexta-feira), de Braga, às 09h30, e tem chegada prevista aos Foros da Amora às 15h00. Pelo meio, e rumo à Festa do Avante!, a composição faz paragens em Nine (09h45), Famalicão (10h00), Porto-Campanhã (10h30), Gaia (10h40), Ovar (11h00), Aveiro (11h10), Coimbra-B (11h40), Pombal (12h10), Entroncamento (12h50) e Santarém (13h10). No regresso, dia 7 (segunda-feira), o comboio parte dos Foros da Amora às 10h00 da manhã.

ou de autocarro

Além dos distritos abrangidos pelo Comboio, a JCP organiza autocarros para poderes mais facilmente e com menos custos chegar à Festa do Avante! (com partida de vários pontos dos distritos de Portalegre, Évora, Beja e Faro). Informações e reservas: mail@jcp-pt.org; 913 252 703; www.jcp-pt.org

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: