Ecolojovem no Dia Internacional da Juventude
Por uma vida digna e com direitos

Image 18786

A propósito do Dia Internacional da Juventude, que se celebra a 12 de Agosto, a Ecolojovem – «Os Verdes» exige direitos «para a juventude portuguesa e saúda todos os jovens que diariamente lutam por uma sociedade mais justa, por políticas de enriquecimento das populações e por uma vida digna e emancipada». 
Em comunicado, os jovens ecologistas sublinham a importância dos jovens «numa sociedade que se quer desenvolvida e sustentável» e, em simultâneo, o facto de esta faixa etária ser das mais afectadas pelas «decisões políticas e ideológicas» que, nos últimos anos, muito têm contribuído «para a destruição da qualidade de vida das populações».
Em Portugal, a juventude confronta-se com elevados níveis de desemprego, pelo que muitos jovens se vêem forçados a emigrar; quando têm trabalho, é hoje comum depararem-se com a precariedade, os baixos salários, as más condições laborais e os horários incompatíveis com a vida pessoal, afirma a Ecolojovem, destacando o facto de, neste contexto, ser «impossível alcançar a emancipação e iniciar família, vida pessoal ou carreira» – o que se vem a reflectir nos «baixos números da natalidade».
No texto, a juventude ecologista destaca também a falta de apoios e o desinvestimento em diversas áreas que potenciam o desenvolvimento dos jovens, como a cultura e o desporto, ou, no caso, da saúde e do associativismo, que ajudam a combater problemas vários que afectam a juventude.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: