Protesto contra NATO em Espanha

A Plataforma Global contra as Guerras manifestou-se no sábado, 24, em Madrid, em protesto pela realização das maiores manobras da NATO de todos os tempos, entre os meses de Outubro e Novembro, desde águas de Gibraltar até às costas de Almeria.

A manifestação teve lugar no centro da capital espanhola e terminou junto do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

A organização nota que «num momento em que se aumenta a tensão no Mediterrâneo e Médio Oriente, as manobras são uma ameaça de uma escalada militar, uma demonstração de força que só pode conduzir ao aumento do sofrimento e angústia dos povos que são vítimas da guerra».

A plataforma repudia a «força ameaçadora» da NATO em território espanhol e a participação de nacionais nos exercícios.

Exige também a retirada das tropas norte-americanas das bases de Morón e da Rota, a revogação do aumento dos gastos militares e a saída de Espanha da NATO.

No dia 21, as forças da NATO iniciaram manobras de grande dimensão que abrangeram Portugal, Espanha e Itália, envolvendo 36 mil militares de mais de 30 países, 20 mil dos quais desembarcaram no país vizinho.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: