É possível
uma sociedade mais justa e fraterna
Aniversário da JCP
36 anos de luta!

A JCP completou 36 anos no dia 10 de Novembro. No sábado, às 19 horas, A Voz do Operário, em Lisboa, acolhe uma festa-magusto, um momento de convívio e de celebração, mas também de luta pelos direitos da juventude, pela paz e por uma vida digna.

Para além da iniciativa de Lisboa, que contará com a actuação dos C4, o aniversário da organização revolucionária da juventude será assinalado um pouco por todo o País, estando as comemorações associadas a uma campanha de reforço com o lema «Junta-te à luta! Adere à JCP».

«Hoje, como antes, a juventude não se resigna e são muitas as batalhas que travamos: em defesa da escola pública, gratuita, democrática e de qualidade; em defesa da universalidade do acesso ao Ensino Superior; contra a precariedade, os baixos salários, o desemprego e a emigração forçada; pelos valores e direitos que a Revolução de Abril consagrou, pelo direito a sermos felizes no nosso País!», lê-se numa nota publicada na página www.facebook.com/JuventudeComunistaPortuguesa/?fref=ts.

A JCP salienta ainda que «estes 36 anos de intervenção e a capacidade transformadora da luta dão-nos confiança e mostram que é possível uma sociedade mais justa e fraterna e um mundo de paz e solidariedade entre os povos, onde não haja lugar à exploração do homem pelo homem e em que seja possível a plena concretização dos direitos e aspirações juvenis».

Na terça-feira, 10, os jovens comunistas da Madeira assinalaram a data com uma iniciativa política à porta da Escola Secundária de Jaime Moniz, no centro do Funchal. Ali deram a conhecer o papel que a JCP tem desempenhado na reivindicação e colmatação dos problemas da juventude.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: