Aconteu
Setúbal recebe bandeira do desporto

A Câmara Municipal de Setúbal recebeu, ontem, dia 18, a Bandeira de Cidade Europeia do Desporto 2016 numa cerimónia realizada no Parlamento Europeu, em Bruxelas, com a participação do treinador de futebol José Mourinho e da ex-atleta Rosa Mota, padrinhos da candidatura.

A Câmara Municipal de Setúbal fez-se representar pela sua presidente, Maria das Dores Meira, e pelo vereador com o pelouro do Desporto, Pedro Pina.

A decisão de atribuir a Setúbal este título foi conhecida a 11 de Julho, numa conferência de imprensa em que o presidente da ACES Europe destacou o potencial desportivo local, em termos de recursos naturais e equipamentos, e a aposta no conceito de «desporto para todos».

O estatuto de Cidade Europeia do Desporto pretende incentivar o desenvolvimento da vertente competitiva e a promoção do desporto informal e de estilos de vida saudáveis.

A autarquia aproveitou a ocasião para apresentar aos deputados portugueses o programa da Cidade Europeia do Desporto.


Novo Banco chumba teste

O Novo Banco foi uma das cinco instituições bancárias que chumbaram o chamado «teste de stress», avaliação feita pelo Banco Central Europeu à capacidade para resistir a diferentes choques económicos.

O défice apurado eleva-se a 1398 milhões de euros, devendo agora o banco apresentar um plano para suprir as necessidades de capital.

Recorde-se que depois de ter recebido uma injecção de capital público no montante de 4900 milhões, em Agosto de 2014, este ano o Novo Banco encaixou mais 379 milhões de euros resultantes da venda do BESI ao grupo chinês Haitong.


Dívida às farmácias aumentou 30%

A Associação Nacional das Farmácias (ANF) revelou, dia 13, que a dívida do Estado a estes estabelecimentos aumentou «mais de 30 por cento no último mês».

Em comunicado, a ANF indica que «o valor em atraso ultrapassou 132 milhões de euros no passado dia 10 de Novembro, contra os mais de 99 milhões de euros vencidos no final de Outubro».

A Associação destaca «a dívida da Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte, cujo pagamento já regista três meses de atraso, atingindo quase cem milhões de euros em falta».

«As dívidas às farmácias também aumentaram no Alentejo e na região centro. No caso da ARS do Alentejo, o valor vencido ultrapassou 13 milhões de euros e há cerca de dois meses e meio de pagamentos em atraso».


Festival de Teatro abriu no Seixal

A 32.ª edição do Festival de Teatro do Seixal abriu portas dia 13, com a peça «Reforma Agrária. 40 anos. Três Vozes de Teatro», um espectáculo apresentado no Fórum Cultural do Seixal, pela associação cultural «É Neste País».

A programação deste ano, que se estende até dia 12 de Dezembro, aposta na descentralização, com espectáculos previstos em vários palcos de localidades do concelho como Arrentela, Vale de Milhaços, Amora e Cruz de Pau.


Um fotógrafo na revolução

A exposição «Sérgio Valente, um fotógrafo na revolução» está patente na Cooperativa Árvore, no Porto, até dia 6 de Dezembro.

Inaugurada, no dia 7, a mostra dá a conhecer a obra do fotógrafo portuense, coincidindo com o lançamento de um livro que contém cerca de meio milhar de imagens relativas ao processo revolucionário no Porto. Percorre os itinerários políticos na cidade até 1982 e termina com a cobertura dos acontecimentos do 1.º de Maio desse ano, que culminaram na morte de dois jovens manifestantes e em recontros com a PSP.

A edição do álbum e a exposição resultaram da conjugação de esforços das Edições Afrontamento, Cooperativa Árvore e Centro Português de Fotografia.


TEC faz 50 anos e estreia «Macbeth»

O Teatro Experimental de Cascais (TEC) assinalou, dia 13, o seu 50.º aniversário de actividade ininterrupta, com a estreia de «Macbeth» de William Shakespeare.

A peça, com encenação de Carlos Avilez, conta com um elenco formado actores veteranos do TEC (Teresa Côrte-Real, Luiz Rizo e Sérgio Silva), e por ex-alunos da Escola Profissional de Teatro de Cascais.

A tragédia de Shakespeare, que foi apresentada pela primeira vez em Abril de 1611, é, segundo Miguel Graça, autor da presente versão, «um estudo sobre o mal e a ambição, uma viagem pela possibilidade da não-consequência das nossas acções, pela impunidade que nos levaria de forma inevitável a cometer os crimes mais horrendos, se tivéssemos como garantia a recompensa e não a punição».



Resumo da Semana
Frases