Só o PCP poderia lançar com êxito uma campanha destas
Campanha de fundos termina em Abril
Fase derradeira e decisiva

A dois meses do culminar da campanha nacional de fundos «Mais Espaço, Mais Festa. Futuro com Abril», as organizações do Partido empenham-se para alcançar e ultrapassar os objectivos definidos.

Image 19979

A campanha nacional de fundos lançada em Outubro de 2014 para custear a aquisição da Quinta do Cabo (que este ano se juntará à Quinta da Atalaia para acolher a 40.ª edição da Festa do Avante!) culmina no final de Abril, ou seja, daqui a dois meses. Este é, portanto, um momento decisivo para garantir que as metas e objectivos traçados são atingidos (e mesmo superados) e para determinar a real dimensão do seu êxito.

Cumprir os objectivos definidos para esta audaciosa campanha do Partido não é uma questão meramente «administrativa» ou «financeira». É, sim, de uma importância decisiva por muitas e importantes razões: desde logo a necessidade de corresponder a todos os compromissos assumidos com a aquisição do novo terreno, mas também para fazer face aos investimentos necessários à sua incorporação na próxima edição da Festa do Avante!. Este foi, aliás, um compromisso assumido pelo Secretário-geral do Partido na saudação aos construtores da Festa, no ano passado: a Quinta do Cabo, afirmou, «não vai ser para apoio logístico, não vai ser para actividades secundárias, vai ser um terreno para aqueles que vêm cá participar e intervir, para todos aqueles que querem uma Festa melhor».

A campanha representa também uma forma privilegiada de responder às necessidades mais gerais das organizações do Partido. Aliás, as verbas recolhidas no âmbito da campanha tiveram importantes reflexos nas contas do Partido em 2014 e 2015, sendo fundamental garantir que também este ano elas dêem uma contribuição significativa para o equilíbrio financeiro do PCP e das suas organizações.

O muito que até hoje já se fez no âmbito da campanha «Mais Espaço, Mais Festa. Futuro com Abril» mostra não só a reconhecida dedicação e generosidade dos militantes e simpatizantes do Partido e dos amigos da Festa como revela sobretudo as imensas potencialidades que existem para ampliar a recolha financeira: aproveitá-las e potenciá-las são desafios para estes dois derradeiros meses.

Por isso as organizações que já tenham atingido as metas traçadas inicialmente devem, de imediato, definir novos objectivos e partir com entusiasmo para a sua concretização, de forma a que não sejam desaproveitadas quaisquer potencialidades abertas pela campanha – que só acaba em finais de Abril e nunca antes.

Decidir e concretizar

Reafirmar o significado profundo desta campanha e a imperiosa necessidade de cumprir os seus objectivos e definir metas concretas para a sua concretização são importantes pontos de partida para que, no final de Abril, ela culmine com êxito. Mas não são suficientes: há que partir daqui para a definição de linhas de trabalho concretas e de responsáveis pela sua concretização, para que as decisões tomadas não fiquem «no papel».

Entre as medidas a implementar e desenvolver, assumem particular importância as que apontem para a recolha integral dos valores assumidos nos compromissos; a redefinição de metas, em particular nos casos de organizações que tenham atingido as inicialmente traçadas; a definição de objectivos até Abril; o aproveitamento das possibilidades existentes de recolher contribuições e donativos por débito bancário e a elaboração de listas para concretização de contactos e abordagens.

Os contactos e abordagens a realizar devem ser assumidos com audácia, incidindo sobre quadros e militantes do Partido, simpatizantes e amigos da Festa. A consideração de contactos fora da organização é fundamental para alargar o âmbito da campanha, podendo o início da preparação da 40.ª Festa contribuir para este objectivo.

Para alargar a visibilidade à campanha nesta fase derradeira e decisiva, e para além do acompanhamento regular no Avante!, será editado um cartaz para ser colocado nos Centros de Trabalho, iniciativas e acções públicas e comemorações do aniversário do Partido. Os Títulos de Comparticipação e os cupões deverão igualmente estar presentes na actividade quotidiana do PCP.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: