Aconteu
Estado perde 65 mil funcionários<br>em 4 anos

Os cortes de pessoal nas administrações públicas provocaram uma quebra superior a 65 mil funcionários em pouco mais de quatro anos.
De acordo com a Síntese Estatística do Emprego Público (SIEP), divulgada, dia 16, pela Direção-Geral da Administração e do Emprego Público (DGAEP), o emprego no sector representava no final de Março 662 190 postos de trabalho, o que traduz uma diminuição de 65 452 postos de trabalho (-9%) em relação a Dezembro de 2011.
A maior parte desta redução verificou-se nos serviços da administração central, que perdeu 45 967 trabalhadores (-8,3%).


Insolvências aumentam 18%

Perto de 2900 empresas entraram em insolvência nos primeiros quatro meses deste ano, segundo dados apurados pela Ignios, que indica um aumento de 18 por cento em relação ao mesmo período de 2015.
O estudo desta sociedade de gestão de riscos, divulgado dia 18, assinala que a maioria das insolvências ocorreu no comércio a retalho, por grosso e de veículos e na restauração.
Por regiões, o aumento mais significativo de insolvências foi no Porto, seguido da capital, Lisboa.
As micro empresas, com um volume de negócios até 500 mil euros, foram as mais atingidas, constituindo quase 90 por cento do total de insolvências.


Esperança de vida<br>acima dos 80 anos

Portugal está no grupo de 29 países do mundo com uma esperança média de vida igual ou superior a 80 anos.
Segundo um relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgado dia 19, o Japão é, com uma média de 83,7 anos, o país do mundo com maior esperança média de vida, logo seguido pela Suíça, com 83,4 anos.
Portugal, com uma esperança média de vida de 81,1 anos, está em décimo terceiro lugar na tabela europeia, ao mesmo nível da Finlândia e da Bélgica e à frente de países como a Alemanha, a Dinamarca ou a Grécia.


Benfica junta Taça ao Tri

O Sport Lisboa e Benfica venceu, dia 20, a Taça da Liga, goleando o Marítimo por 6-2. A conquista do troféu ocorreu cindo dias depois de o clube da Luz se ter sagrado Tricampeão Nacional, ao vencer em casa o Nacional da Madeira por 4-1.
O Benfica reforçou a sua posição como clube mais titulado de Portugal, somando 35 títulos no campeonato nacional.
O feito foi comemorado por milhares de pessoas no Marquês de Pombal, em Lisboa, assim como um pouco por todo o País e em diferentes pontos do globo.


Selecção feminina<br>vence torneio UEFA

A selecção portuguesa feminina de futebol de sub-16 conquistou, dia 17, o Torneio Desenvolvimento da UEFA, que decorreu em Martim, Barcelos, ao derrotar na derradeira jornada a Bélgica, por 1-0.
Portugal, que já tinha vencido por 3-0 a Turquia e a Espanha, terminou a prova invicto e entrou para a história como vencedor da primeira edição do torneio.
No sábado, 21, foi a vez da selecção masculina de futebol arrebatar o campeonato europeu de futebol sub-17, vencendo a selecção de Espanha, já no período de penáltis, por 5-4.


Luís Filipe Rocha<br>estreia novo filme

A longa-metragem «Cinzento e Negro», de Luís Filipe Rocha, estreou-se, dia 19, em Lisboa e no Porto.
O filme, rodado nas ilhas do Faial e do Pico, conta uma história de traição e vingança, centrada em quatro personagens, interpretadas por Joana Bárcia, Miguel Borges, Filipe Duarte e Mónica Calle.
A película foi distinguida em vários festivais, designadamente no Festival de Cinema da Foz International, no Caminhos do Cinema Português, tendo ainda sido nomeada para o Grande Prémio das Américas.
Nascido em Lisboa, em 1947, Luís Filipe Rocha é autor de filmes como «A Fuga» (1977), «Cerromaior» (1981), «Sinais de Fogo» (1995), «Adeus Pai» (1996) e «Camarate» (2001).



Resumo da Semana
Frases