Aconteu
Portugal vence europeu de hóquei

A selecção portuguesa de hóquei em patins sagrou-se campeã europeia, ao vencer, dia 17, a Itália por 6-2, num encontro realizado em Oliveira de Azeméis.

Tendo sofrido dois tentos logo no início do jogo, a equipa portuguesa conseguiu virar o resultado na segunda parte, com dois golos de Diogo Rafael e os restantes de Reinaldo Ventura, Rafa, João Rodrigues e Hélder Nunes.

Apesar de não conquistar um título europeu há 18 anos, a selecção lusa é aquela que venceu mais competições europeias  (21 no total), seguida pela Espanha com 16, detendo ainda 15 títulos mundiais da modalidade.

Numa mensagem assinada por Jerónimo de Sousa, o PCP felicitou «a Federação de Patinagem de Portugal, os jogadores, a equipa técnica e toda a estrutura de apoio à selecção nacional de hóquei em patins, pela vitória alcançada que constitui um reconhecimento ao valor do hóquei português e elemento de prestígio para Portugal».

 


Ouro, prata e bronze nos Trisome Games

Os judocas da CERCIGUI/Vitória Sport Clube, Susana Castro (-63kg T21) e Nelson Silva (-60kg T21) subiram ao pódio do Trisome Games Florença 2016, dia 17, para receber as medalhas de ouro e prata, respectivamente.

Na natação, João Vaz foi medalha de bronze na prova de 400 metros estilos, realizada na véspera, na abertura desta competição organizada pela União das Federações Internacionais de Desporto para Síndrome de Down, que termina amanhã, sexta-feira, 22.

Os Trisome Games resultam da união dos campeonatos do mundo de nove modalidades desportivas: ténis de mesa, atletismo, ginástica artística, futsal, ginástica rítmica, judo, ténis, natação pura e natação sincronizada

Portugal está representado por 24 atletas, que competem nas modalidades de natação, judo, ténis de mesa e atletismo.

 


Ciclistas no pódio

O ciclista Ivo Oliveira sagrou-se vice-campeão europeu ao terminar em segundo lugar a prova de perseguição individual dos Europeus de pista, que decorreram, entre os dias 12 e 17, no velódromo de Montichiari, Itália.

Ivo Oliveira veio ainda a conquistar a medalha de bronze na prova de omnium, realizada dia 16. Já a júnior Maria Martins trouxe uma medalha de prata, conseguida na especialidade de scratch.

 


ONU apela ao apoio do ensino público

O Conselho dos Direitos do Homem das Nações Unidas, na sua 32.º sessão, realizada entre os dias 13 Junho e 1 de Julho, aprovou uma nova resolução em que exorta todos os Estados a efectivar o direito à Educação.

Nesse sentido pronuncia-se pelo alargamento do acesso à Educação sem discriminações, reconhecendo a extrema importância do investimento na educação pública, utilizando o máximo de recursos disponíveis.

A resolução apela ainda a todos os estados a regular e supervisionar as actividades de prestadores de serviços de Educação e punam as práticas que entravam o exercício do direito à Educação.

O documento foi saudado por mais duas dezenas de organizações não-governamentais. Delphine Dorsi, da ONG Right to Education Project, salientou a dimensão política da resolução, notando que o texto não deixa margem para dúvidas: «Os estados têm a obrigação de regulamentar os agentes privados e resistir à comercialização da Educação».


Medalha e menções nas Olimpíadas de Matemática

Portugal conquistou uma medalha de bronze nas Olimpíadas Internacionais de Matemática e cinco menções honrosas.

Bruno Carvalho, aluno do 12.º ano na Escola Secundária do Padrão da Légua, em Matosinhos, chegou ao bronze, enquanto outros cinco elementos da equipa portuguesa (Alberto Pacheco, David Correia, Duarte Nascimento, Henrique Navas e Pedro Fernandes) obtiveram menções honrosas.

A 57.ª edição das OIM realizou-se em Hong Kong, entre os dias 6 e 15, com a participação de mais de 112 países. A representação portuguesa foi organizada pela Sociedade Portuguesa de Matemática.

 


Faleceu Jorge Veiga

Jorge Veiga, antigo vice-reitor da Universidade de Coimbra, faleceu, dia 9, aos 81 anos de idade.

Universitário brilhante, doutorou-se muito cedo e chegou muito novo ao topo da carreira universitária. Foi um professor muito estimado e espalhou pelo mundo fora o seu saber e o seu gosto pela investigação e pelo ensino, nomeadamente em Moçambique e em Cabo Verde, país de que foi Cônsul Honorário em Coimbra.

Jorge Veiga foi um universitário-cidadão, que nunca escondia as suas convicções de homem de esquerda e a sua proximidade com o PCP, que sempre apoiou publicamente. Foi primeiro candidato da CDU e eleito na Assembleia Municipal de Coimbra e nunca negava a colaboração que lhe era solicitada, participando regularmente nas iniciativas do PCP.

 



Resumo da Semana
Frases