Aconteu
Quatro medalhas nos Jogos Paralímpicos

A representação portuguesa nos Jogos Paralímpicos Rio2016 concluiu, dia 18, a sua participação com quatro medalhas, conquistadas no boccia e no atletismo, e um total de 25 diplomas.

No boccia (modalidade semelhante à petanca), José Macedo obteve o terceiro lugar no torneio individual de BC3. Na prova por equipas BC1/BC2, António Marques, Abílio Valente, Cristina Gonçalves e Fernando Ferreira impuseram-se à Argentina conquistando o bronze para Portugal.

No atletismo, Luís Gonçalves foi terceiro nos 400 metros T12 (deficiência visual), enquanto Manuel Mendes, que não tem o antebraço esquerdo, surpreendeu ao conquistar a medalha de bronze na maratona, na classe T46, para atletas com deficiência motora.

Portugal obteve melhores resultados do que os alcançados em Londres, somando agora 92 medalhas conquistadas num total de nove participações em Jogos Paralímpicos.

 


Catarina Albuquerque recebe prémio Água

A antiga relatora especial das Nações Unidas para a Água, Catarina Albuquerque, foi distinguida com o Prémio Água Global de 2016, atribuído pela Associação Internacional de Água (IWA).

O prémio reconhece o «papel excepcional» que a relatora desempenhou «como a força motriz» no «reconhecimento dos Direitos Humanos à Água e ao Saneamento», refere-se um comunicado divulgado dia 15 pela maior organização internacional de profissionais do sector da água.

 


Crise penalizou os mais pobres

A quebra média de rendimentos verificada em Portugal entre 2009 e 2014 situou-se em 116 euros mensais (12%), mas os mais pobres sofrem uma perda relativa maior do que as camadas mais favorecidas.

Segundo o estudo intitulado «Portugal Desigual», cujos resultados foram divulgados dia 17, os dez por cento mais pobres perderam 25 por cento do rendimento enquanto os dez por cento mais ricos apenas perderam 13 por cento.

As camadas jovens foram as mais duramente afectadas, tendo perdido 29 por cento dos rendimentos. Os trabalhadores que entraram no mercado de trabalho em 2012 viram a sua remuneração baixar 11 por cento em relação aos que saíram em 2011. Em 2009 um em cada cinco trabalhadores por conta de outrem recebia por mês menos de 700 euros; em 2014 esta proporção passou para um em cada três.


Portugueses brilham na patinagem artística

Portugal terminou, dia 3, o Campeonato da Europa de Patinagem Artística de Friburgo, Alemanha, com um total de 16 medalhas, das quais cinco de ouro, sete de prata e quatro de bronze.

Na disciplina Solo Dance (seniores), Ricardo Pinto, Pedro Walgode e José Souto conquistaram os três lugares do pódio. Na categoria de juniores masculinos, o ouro foi para José Cruz, enquanto em femininos, Ana Walgode revalidou o título de campeã europeia.

Em Pares de Dança (seniores), Mariana e José Souto sagraram-se campeões europeus, seguidos pelos compatriotas Ana e Pedro Walgode. Na mesma disciplina (juniores) Daniela Dias e José Cruz chegaram ao ouro.

Na patinagem livre (juniores masculinos) Diogo Silva conquistou a medalha de prata.

No seu conjunto, a comitiva portuguesa apenas foi superada pela Itália que conquistou um total de 46 medalhas, impondo-se à Alemanha (14), à Espanha (12) e à Eslovénia (3).

 


Lisboa homenageia figuras da cultura

O músico Adriano Correia de Oliveira, o poeta e artista plástico Mário Cesariny e o editor livreiro Francisco Lyon de Castro foram homenageados postumamente, dia 15, em Lisboa, com a atribuição dos seus nomes a ruas na zona de Entrecampos.

Além do descerramento das placas toponímicas, a homenagem incluiu a inauguração de um mural de arte urbana, da autoria de Murta Uivo, Miguel Brum e Smile, localizado junto à Avenida das Forças Armadas.

 


Museu do Megalítico abre em Mora

O município de Mora inaugurou dia 15, Museu Interactivo do Megalitismo, novo espaço cultural resgatado à antiga estação do caminho-de-ferro.

O museu divide-se por quatro edifícios: o primeiro dedicado à exposição permanente que dá a conhecer o legado arqueológico da região; o segundo destinado à recepção, espaço Internet e sala de leitura; o terceiro disponibiliza informação de âmbito educativo e jogos digitais sobre a temática do museu; o quarto, e último edifício, é destinado à cafetaria.

A autarquia prevê que o novo museu complemente a oferta gerada pelo Fluviário de Mora, e reforce o panorama turístico, socioeconómico e cultural do concelho.

 



Resumo da Semana
Frases