Aconteu
Poder Local comemora 40 anos

O 40.º aniversário das primeiras eleições autárquicas foi assinalado, dia 10, com a realização de uma Convenção Nacional, no Convento São Francisco, em Coimbra.
A iniciativa, organizada em parceria pela Associação Nacional de Municípios Portugueses (ANMP) e pela Associação Nacional de Freguesias (ANAFRE), contou com a participação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, e do primeiro-ministro, António Costa, entre outros convidados nacionais e estrangeiros.
Durante os trabalhos, que decorreram sobre o lema «40 anos ao serviço das pessoas», o presidente da ANMP, Manuel Machado, anunciou que a associação vai apresentar um conjunto de propostas ao governo, no âmbito do Portugal 2020, que visam o reforço de verbas ao dispor das autarquias para regeneração urbana e outras áreas de investimento.
A realização das primeiras eleições autárquicas em Portugal, em 12 de Dezembro de 1976, foi igualmente comemorada com iniciativas em vários municípios do País.


Portugueses emigrados lideram remessas

Portugal foi o país da União Europeia que recebeu mais remessas de emigrantes em 2015, segundo dados divulgados, dia 9, pelo Eurostat.
Com 3,3 mil milhões de euros enviados por trabalhadores a residir noutros países, Portugal superou as remessas da Polónia (3,2 mil milhões de euros) e do Reino Unido (2,7 mil milhões).
Daquele montante, 1,9 mil milhões foram transferidos de outros estados-membros da UE e 1,4 mil milhões a partir do espaço extra-comunitário.
As transferências de remessas que saíram de Portugal quedaram-se pelos 523 milhões de euros, o que se traduz num saldo positivo de 2,8 mil milhões de euros, apenas superado pelo da Polónia (2,9 mil milhões).


Espólio de Saramago doado à BN

O espólio do Nobel português da Literatura foi doado à Biblioteca Nacional de Portugal pela Fundação Saramago, presidida pela viúva do escritor, Pilar del Río.
A cerimónia de doação decorreu, dia 10, com a presença do primeiro-ministro, António Costa.
Do espólio fazem parte manuscritos e datilografados de romances, assim como correspondência trocada com amigos e outros escritores e cadernos de notas preparatórias para os livros.
A doação cumpre a vontade do escritor, que já tinha iniciado em 1994 o processo de entrega de documentos à Biblioteca Nacional, entre os quais se encontra o original do romance «O ano da morte de Ricardo Reis», assim como o diploma do Nobel da Literatura, que lhe foi atribuído em 1998.


Seixas Santos, um vulto do cinema

O realizador de cinema Alberto Seixas Santos faleceu, dia 10, aos 80 anos, deixando uma importante obra que marcou o cinema português.
Pertencente a uma geração de cineclubistas – foi dirigente e animador do ABC-Cineclube de Lisboa nas décadas de 50 e 60, tendo fundado, em 1970, o Centro Português de Cinema.
«Brandos Costumes», a sua primeira longa-metragem, rodada entre 1972 e 1975, integra uma trilogia inicial de que se destaca «Gestos e fragmentos» e «Paraíso perdido» (1974/1992).
Foi um dos realizadores de «As Armas e o Povo», também de 1975, filme colectivo que retrata a primeira semana de Revolução dos Cravos, cobrindo os acontecimentos do 25 de Abril ao 1.º de Maio de 1974. Ainda sobre o processo revolucionário, realizou o filme colectivo «A Lei da Terra» (1976), que retrata o processo de reforma agrária então em curso.


Faleceu o actor Carlos Rodrigues

O actor Carlos Rodrigues, conhecido por Manuel Bola, faleceu, dia 9, em Setúbal aos 72 anos.
Manuel Bola foi actor residente do Teatro de Animação de Setúbal (TAS) e entrou em várias séries de televisão, como «Gente Fina É Outra Coisa», «Os Malucos do Riso», «A Banqueira do Povo», «Nico d´Obra», entre outras.
Em 1977, foi galardoado com o Prémio Melhor Actor Ibérico atribuído pelo III Festival de Cinema Ibérico.



Resumo da Semana
Frases