19 de Janeiro de 1839<br>– Nasce Paul Cézanne

Image 22065

Pintor pós-impressionista francês, expressão usada para designar as tendências da pintura desenvolvida a partir de 1886 até ao aparecimento do Cubismo e que reúne pintores tão distintos como Gauguin e Van Gogh, e considerado por Picasso e Brake o «pai do modernismo», Cézanne só teve o merecido reconhecimento artístico após a sua morte, em 1906. Com uma arte radicalmente inovadora, o pintor de Aix-em-Provence, Sul da França, viu recusada a sua candidatura à Escola de Belas Artes, em Paris, em 1961, o que o levou a matricular-se na Académie Suisse, onde conheceu pintores impressionistas como Edouard Manet, Auguste Renoir e Camille Pissarro. O seu estilo próprio, que se afirma a partir de 1876, convertendo os elementos naturais em figuras geométricas, como cones, cilindros e esferas, buscando não o mero registo captado pelos sentidos mas a estrutura íntima do que pinta, é incompreendido e criticado. As suas obras são rejeitadas pelos salões de exposição, negociantes e coleccionadores. A genialidade de Cézanne, que afirmava ser o «primeiro de uma arte nova», só seria reconhecida no virar do século, quando uma grande retrospectiva da sua obra lhe dá o devido destaque na história da arte.

 


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: