Continuar o trabalho positivo em Silves

Rosa Palma volta a candidatar-se, nas listas da CDU, à presidência da Câmara de Silves. A apresentação pública aconteceu anteontem, 18, e contou com a presença, entre muitos outros, de Vasco Cardoso, da Comissão Política e responsável pela Direcção da Organização Regional do Algarve do PCP.

Na sua intervenção, a cabeça de lista valorizou o trabalho da «equipa» que dirige o município de Silves desde 21 de Outubro de 2013 e que «tem vindo a desenvolver um trabalho sério, valioso e globalmente positivo em prol das populações do concelho».

«Recuperámos a credibilidade da edilidade silvense perante pessoas e instituições, procedendo ao seu saneamento financeiro e ao cumprimento dos compromissos herdados, seguindo uma trajectória de desendividamento e colocando as finanças públicas locais numa situação saudável e desafogada», destacou.

Segundo Rosa Palma, o actual executivo procedeu ainda «à reorganização orgânica dos serviços municipais, à adopção de mecanismos de controlo interno, associados à implementação de técnicas e regras de gestão e planeamento, à inovação e às novas ferramentas tecnológicas, e ao uso da chamada engenharia orçamental e financeira, tendo em vista uma actuação municipal consentânea com o dever de boa administração dos recursos públicos existentes».

Importantes empreitadas

A presidente da autarquia deu ainda conta do «lançamento de importantes empreitadas» – muitas já concluídas, várias encontrando-se em curso e outras muito prestes a iniciar-se – que apresentam um denominador comum: «a natureza estratégica e estruturante, quer na resolução de carências básicas e satisfação de necessidades das populações, quer no contributo para o desenvolvimento socioeconómico do concelho de Silves». «É este o caminho que vamos prosseguir, mantendo o nível de investimento público em patamares elevados, potenciando ao máximo, muito particularmente, as oportunidades oferecidas pelo [novo quadro comunitário] Portugal 2020», assegurou.

Rosa Palma sublinhou que a «dimensão», a «amplitude» e a «qualidade» do trabalho desenvolvido pela CDU em Silves dá «motivos suficientes para acreditar que é possível reforçar a maioria na Câmara Municipal, bem como o aumento da votação noutros órgãos autárquicos do concelho».

Projecto colectivo

Vasco Cardoso salientou que Rosa Palma «dá rosto a um projecto colectivo que, com a participação, o trabalho e a contribuição de muitos outros eleitos, dos trabalhadores e da população em geral, inscreve como objectivo confirmar e prosseguir a gestão da CDU» em Silves. «Um objectivo que encontra no percurso da nossa intervenção no concelho, na região e no País um factor de credibilidade», afiançou.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: