No município de Loures residem cerca de 205 mil pessoas
Loures aumenta actividade municipal e diminui a dívida

COMPROMISSO A Câmara de Loures obteve em 2016 uma receita municipal de 106,5 milhões de euros e apresentou uma execução orçamental de 88,4 por cento, de acordo com as Contas e Relatório da Actividade do ano passado.

Image 22554

Em comunicado divulgado dia 8, o município refere que para a obtenção da receita os impostos municipais directos foram os que mais contribuíram (46,5 por cento), nomeadamente o Imposto Municipal sobre Transações (IMT) e a Derrama, que aumentaram 2,8 milhões de euros face a 2015. Já o Imposto Municipal sobre Imóveis (IMI) registou uma redução de 622 mil euros, uma vez que a autarquia tinha aprovado a redução da taxa e a aplicação do IMI Familiar.

Por seu turno, a despesa executada foi de 102 milhões de euros, valor idêntico ao de 2015, e o investimento municipal aumentou, comparativamente ao ano anterior, 80,3 por cento, o que representa mais 3,1 milhões de euros.

Entre os principais investimentos iniciados ou concluídos em 2016 a Câmara de Loures destaca a Biblioteca Ary dos Santos (Sacavém), a escola básica n.º 1 de Camarate, o Centro Comunitário de Santo António dos Cavaleiros, a revitalização dos centros urbanos do concelho, a repavimentação e sinalização de várias artérias e a limpeza das linhas de água.

Relativamente à dívida, a autarquia destaca que se continua a registar uma diminuição, referindo que, comparativamente a Dezembro de 2013, o total da dívida diminuiu 29,5 milhões de euros, dos quais 23,4 a fornecedores.

No final de 2016, a dívida a fornecedores era de 2,7 milhões de euros, sendo que 97 por cento desta é a menos de 30 dias.

12.º Jantar das Mulheres de Abril

No dia 10, realizou-se em Santa Iria da Azóia, Loures, o 12.º Jantar das Mulheres de Abril. A iniciativa, onde estiveram cerca de 170 mulheres de várias freguesias do concelho, contou com as intervenções de Fernanda Santos, Bernardino Soares, respectivamente, presidentes da Assembleia e Câmara Municipal, e Armindo Miranda, da Comissão Política do PCP. Os oradores assinalaram as conquistas alcançadas com a revolução de Abril e alertaram para a importância de manter o que foi conquistado e fazer novas conquistas.

Em destaque estiveram, também, as eleições autárquicas que se vão realizar a 1 de Outubro, assim como o trabalho que será necessário fazer, todos os dias, para o sucesso da CDU em todos os órgãos autárquicos daquele concelho.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: