1947 – Poetas pela Paz na América Latina

Image 22628

Há 70 anos, o teatro Bambalinas, em Buenos Aires, abriu as suas portas para um espectáculo com características únicas, reunindo alguns dos mais insignes poetas espano-americanos no «Recital de Poesía al Servicio de la Verdad: Por la Paz de Latinoamérica». No longínquo domingo de 27 de Julho, personalidades como León Felipe, Nicolás Guillén, Rafael Alberti, González Carbalho, Alejandro Casona, Eduardo Blanco Amor, María Teresa León e Pablo Neruda subiram ao palco para se afirmarem «solidários com os que sofrem e lutam» e elevarem as «suas vozes em homenagem ao heróico povo espanhol que iniciou a sua resistência em 18 de Julho de 1936 [início da guerra civil] e hoje continua a resistir [à ditadura de Franco]», como então se escreveu. Tratou-se de um acto cultural sem precedentes em defesa da paz na América Latina. Sete décadas volvidas, quando a região enfrenta uma vez mais preocupantes embates conduzidos pelo imperialismo norte-americano e as oligarquias nacionais que ameaçam o futuro dos seus povos, a Casa da América Latina, em Lisboa, evoca a histórica data com uma sessão sobre a história do Recital e a leitura de poemas em português e castelhano. É hoje, às 18h30 (Av. da Índia, 110, Lisboa), com entrada livre.

 


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: