1582 – Edição do códice Splendor Solis

Image 22678

O códice Harley MS. 3469 – Splendor Solis, Esplendor do Sol – conservado na British Library de Londres (Biblioteca Nacional do Reino Unido, uma das maiores do mundo), é considerado o exemplar melhor preservado do mais belo e mais célebre tratado de alquimia ilustrado do mundo. As suas 22 ilustrações de página inteira, de grande riqueza cromática e profusão de detalhes, expõem as chaves da cabala (tentativa de definição da natureza do universo e do ser humano, do sentido da existência), da astrologia e do simbolismo alquímico. Segundo o historiador de arte e investigador Jörg Völlnager, associado do Museu Nacional de Berlim, o Esplendor do Sol não é um manual para alquimistas mas sim uma obra que visa difundir a filosofia da alquimia, um conceito do mundo segundo o qual o homem (o alquimista) vive e actua em consonância com a natureza, respeitando a criação divina e interferindo por sua vez nos seus processos de desenvolvimento. Ignora-se quem foi o autor do códice e ao serviço de quem o produziu, mas Völlnager situa a sua origem em Ausburgo, no estado alemão da Baviera, cerca de 50 anos antes da edição da obra, e considera que Splendor Solis foi projectado desde o princípio para ser o mais belo de todos os manuscritos alquímicos.

 


 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: