Fisipe parou três dias

Com muito forte adesão dos trabalhadores, a greve convocada pelo SITE Sul na Fisipe, parou a produção naquela importante fábrica de fibras, do grupo alemão SGL Carbon, nos dias 11 a 13 de Julho. Neste último dia teve lugar uma concentração no exterior das instalações, no Lavradio, concelho do Barreiro (na foto), dando expressão pública às exigências de aumentos salariais, regulamentação da «escala G» (reforço), regularização do trabalho precário, aceitação do diálogo e da negociação. Por estes motivos, os trabalhadores da Fisipe têm vindo a fazer greve a todo o trabalho extraordinário, como se recorda na notícia publicada no sítio da Fiequimetal/CGTP-IN.

O PCP apoiou a luta, num comunicado da célula comunista na empresa, sublinhando que as reivindicações são justas e salientando a importância da unidade e da coragem dos trabalhadores.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: