Projecto sólido para Aveiro

Image 23340

A população do concelho de Aveiro foi duplamente penalizada ao longo destes quatro últimos anos. Em cima das políticas de austeridade da troika e do governo PSD/CDS, ainda teve de sofrer as políticas da troika municipal. Fingindo ignorar a situação da autarquia, o actual executivo PSD/CDS mentiu aos aveirenses, prometendo obra quando sabia que não ia ter meios para isso. Em vez disto, aderiu ao Fundo de Apoio Municipal (FAM) e triplicou a carga fiscal no concelho.

A CDU denunciou esta estratégia e esteve contra a adesão do município ao FAM, propondo outras medidas menos penalizadora dos munícipes para resolver a crise financeira da Câmara Municipal. Neste sentido, a CDU avança para estas eleições como a principal força de oposição que combateu os aumentos de impostos, a privatização do serviço de transportes públicos e as políticas de favorecimento dos interesses privados que mandam no município.

Ciente dos constrangimentos financeiros da autarquia, a CDU não pretende entrar na corrida ao betão, prometendo mundos e fundos. A nossa proposta alternativa está assente num programa de medidas destinado a preencher o completo vazio político em sectores fundamentais como a cultura, o desporto, a reabilitação urbana ou a mobilidade. Apostando na valorização dos meios humanos da autarquia e potenciando o capital social e ambiental do município, é possível realizar avanços significativos na qualidade de vida das populações sem que sejam necessários grandes investimentos.

 

Respostas

O concelho de Aveiro possui uma localização privilegiada, com a Ria de Aveiro em pano de fundo, o oceano Atlântico na freguesia de S. Jacinto, e a Pateira de Fermentelos a nascente. A CDU propõe respostas estratégicas destinadas a promover o acesso e fruição destes espaços naturais, implicando respostas políticas concretas ao nível das políticas ambientais, desportivas e de mobilidade. O concelho de Aveiro dispõe de uma rede de infra-estruturas culturais muito centralizada e que necessita de uma resposta política que coloque esta infra-estrutura ao serviço de uma política de fruição cultural ao serviço de toda a população e que puxe pelos agentes locais que reclamam muito justamente por mais e melhores apoios.

A CDU tem um projecto sólido para Aveiro que foi sendo construído ao longo de décadas de intervenção política. Neste projecto cabem todos os aveirenses através de uma gestão verdadeiramente participada que inclua a voz da população e o movimento associativo e que marque a diferença relativamente ao actual executivo PSD/CDS, cuja base das decisões políticas está nos possíveis dividendos eleitorais que estas lhes possa trazer.

O reforço da CDU na Câmara e Assembleia Municipal de Aveiro e respectivas freguesias será a lufada de ar fresco que a população de Aveiro reclama e merece. Fiéis ao nosso programa e à voz daqueles que votarem em nós, podem os aveirenses contar com a mesma CDU de sempre, na defesa dos interesses das populações e disponível para propor soluções concretas e positivas para o concelho.

 

Miguel Viegas, cabeça-de-lista da CDU
à Câmara Municipal de Aveiro

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: