Aconteu
Desemprego real é o dobro da taxa oficial

A taxa de desemprego baixou 1,3 pontos percentuais para os 8,8 por cento, no segundo trimestre face ao anterior, e recuou dois pontos percentuais face ao trimestre homólogo de 2016, segundo dados divulgados, dia 9, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).
A população oficialmente desempregada abrange 461,4 mil pessoas. A taxa dos homens (8,4%) é inferior à das mulheres (9,3%), enquanto a dos jovens (dos 15 aos 24 anos) se eleva a 22,7 por cento. O INE estima ainda que 10,8 por cento do total de jovens entre os 15 e os 34 anos não estavam empregados, nem a estudar ou em formação.
A população empregada (4,760 milhões) registou um acréscimo trimestral de 2,2 por cento (mais 102,3 mil). Em relação ao trimestre homólogo, verificou-se um aumento de 3,4 por cento (mais 157,9 mil).
Porém, o Instituto complementa pela primeira vez estes números com um novo indicador, designado subutilização do trabalho, que agrega a população desempregada, o subemprego de trabalhadores a tempo parcial, os inactivos à procura de emprego mas não disponíveis e os inactivos disponíveis mas que não procuram emprego.
Assim, no segundo trimestre deste ano, «a subutilização do trabalho abrangeu 903,3 mil pessoas e a taxa correspondente ascendeu a 16,6%», indica o INE, acrescentando que «ambos os indicadores correspondem a praticamente o dobro da população desempregada e da taxa de desemprego».


PIB cresceu 2,8% no segundo trimestre

A economia portuguesa voltou a crescer 2,8 por cento no segundo trimestre de 2017, face ao mesmo período do ano passado, e 0,2 por cento, comparando com o trimestre anterior, revelou, dia 14, o Instituto Nacional de Estatística (INE).
De acordo com a estimativa rápida das contas nacionais relativas ao período entre Abril e Junho, a economia portuguesa manteve, pelo segundo trimestre consecutivo, o desempenho trimestral homólogo mais positivo dos últimos dez anos, igualando o crescimento verificado no último trimestre de 2007.
Segundo o INE, «a procura externa líquida registou um contributo ligeiramente negativo para a variação homóloga do PIB, reflectindo uma mais acentuada desaceleração em volume das exportações de bens e serviços do que das importações de bens e serviços».
Já a procura interna «manteve um contributo positivo elevado, superior ao do trimestre precedente, em resultado da aceleração do investimento».


Atletas portugueses conquistam ouro e bronze

A portuguesa Inês Henriques conquistou, no domingo, a medalha de ouro nos 50 quilómetros marcha do Campeonato Mundial de Atletismo.
A atleta do CN Rio Maior, de 37 anos, foi cronometrada em 4:05.56 horas, batendo o seu anterior recorde mundial, fixado nas 4:08.25 horas, marca obtida em Janeiro último, em Porto de Mós.
Também Nelson Évora brilhou na competição, alcançando a medalha de bronze no triplo salto, com a marca de 17,19 metros. Depois de ter sido campeão na disciplina em 2007, voltou ao pódio em 2009 com a medalha de prata, seguindo-se o bronze, em 2015, proeza que agora repetiu em Londres, onde decorreu o campeonato entre os dias 4 e 13.
No ciclismo, Tiago Ferreira sagrou-se campeão europeu de maratona BTT (XCM), numa prova disputada, no domingo, 13, em Svit, Eslováquia.


Sol da Caparica volta no próximo ano

A organização do festival O Sol da Caparica, que terminou no domingo, anunciou que o evento regressa a Almada no próximo ano, de 16 a 19 de Agosto.
A edição deste ano, que decorreu entre os dias 10 e 13, no parque urbano da Costa da Caparica contou com a presença de 65 mil espectadores e um programa repleto de artistas portugueses e da lusofonia.
O festival, que já vai no quarto ano, estreou o novo anfiteatro, no parque St.º António, um novo equipamento com capacidade para 1500 pessoas.



Resumo da Semana
Frases