«Eu quando viro à direita em Portugal, a direita está distraída a bater na esquerda, não nota. Em vez de aproveitar, não nota».

Marcelo Rebelo de Sousa
Lusa, 8.9.17

 

«[Exceptuando casos pontuais] A totalidade dos professores que foram pedidos pelos directores estão nas escolas.»

Tiago Brandão Rodrigues
Revista Sábado, 8.9.17

 

«O jornalismo independente está em perigo. Logo, a democracia liberal está em perigo.»

Antonio Caño
Público, 9.9.17

 

«Marcelo é simplesmente um político de direita popular e que se dá bem com os políticos de esquerda. Foi sempre de direita. Nunca conheceu momentos de devaneios socialistas ou revolucionários. Não precisa assim de “virar à direita“. Já lá está.»

João Marques de Almeida
Observador, 10.9.17

 

«Para o PCP o que se impõe é que o OE de 2018 dê passos nítidos no caminho da defesa, reposição e conquista de direitos e rendimentos».

Jerónimo de Sousa,
Lusa, 10.9.17

 

«No momento em que acentua divergências com o Presidente, Passos Coelho comete um duplo erro: dá trunfos a António Costa; e desvia as atenções do seu adversário principal que é o Governo.»

Marques Mendes,
SIC, 10.9.17

 

«Não tenho ideia nenhuma de o Presidente da República andar a fazer guerra aos partidos nem de nenhum partido andar a fazer guerra ao Presidente da República.»

Passos Coelho,
Expresso, 11.9.17

 

«Os jovens de hoje têm de recuperar a esperança. Tudo o que lhes corta as raízes rouba-lhes a esperança.»

Papa Francisco,
Diário de Notícias, 11.9.17

 

«Nós sabemos reconhecer bem a esperteza saloia.»

Passos Coelho,
TSF, 12.9.17

 

«Se o povo assim o entender, dando mais força ao PCP com mais representação [nas urnas], naturalmente que estamos em condições de afirmar que temos uma política alternativa e poderíamos integrar um Governo que concretizasse essa política.»

Jerónimo de Sousa,
Correio da Manhã, 12.9.17