Aconteu
Despedimentos colectivos atingem 2400 trabalhadores

Entre Janeiro e Agosto deste ano foram concluídos 257 despedimentos coletivos, que lançaram no desemprego um total de 2470 trabalhadores, segundo dados do Ministério do Trabalho, divulgados, dia 26, pela agência Lusa.
Mais de metade dos processos tiveram lugar na região de Lisboa e Vale do Tejo, onde despedidos 1357 trabalhadores, no âmbito de 141 despedimentos colectivos concluídos.
Os despedimentos colectivos atingiram o seu pico em 2012, durante a intervenção da «troika», afectando 10 488 trabalhadores, no âmbito de 1269 processos, maioritariamente em empresas de pequena dimensão.


Cinema rejeita ingerência de privados

A Plataforma das Estruturas de Cinema rejeitou, dia 21, a proposta de regulação do sector, apresentada pelo Instituto do Cinema e do Audiovisual, por entender que promove a «ingerência de interesses privados num sistema público de apoios».
Em comunicado, a plataforma que reúne 14 entidades do sector, considera inaceitável» que a escolha de jurados para os concursos a apoios públicos dependa da Secção Especializada de Cinema e Audiovisual do Conselho Nacional de Cultura (SECA), organismo que integra, entre outros, distribuidores de cinema e os diferentes operadores de televisão.


Receita fiscal sobe acima do previsto

O Estado arrecadou 34 180 milhões de euros em impostos até Outubro, mais quase 1845 milhões de euros (5,7%) do que no mesmo período de 2016, de acordo com dados divulgados, dia 24, pela Direcção-geral de Orçamento (DGO).
Trata-se de um aumento que é quase o dobro do previsto no Orçamento do Estado (3%), e bastante acima da nova previsão de 4,8 por cento de crescimentos homólogo, feita no âmbito do orçamento para o próximo ano.
Os impostos directos aumentaram 5,4 por cento, essencialmente devido ao crescimento de 20,9 por cento de IRC, que totalizou 4 532 milhões de euros, enquanto a receita de IRS diminuiu ligeiramente (-0,8%), para 9 767 milhões de euros.
A DGO sublinha o «comportamento favorável de todos os impostos», com excepção do Imposto sobre o Tabaco (-5%), destacando-se a receita do Imposto sobre Produtos Petrolíferos (+3,1%), do Imposto sobre Veículos (+15,3%) e do Imposto do Selo (+6,2%).


Nuno Lopes premiado em festival na Irlanda

Nuno Lopes foi distinguido com o prémio Angela, como melhor actor europeu, no Festival de Cinema Europeu Subtitle, que terminou, dia 26, em Kilkenny, na Irlanda.
Nuno Lopes tem 39 anos e destacou-se recentemente no filme «São Jorge», de Marco Martins, com o qual recebeu o prémio de melhor actor no festival de Veneza.
Neste filme, que aborda os anos de intervenção da «troika» em Portugal, Nuno Lopes representa um pugilista desempregado que aceita trabalho nocturno numa empresa de cobranças difíceis.
Recentemente, o actor integrou a rodagem dos filmes «Mar», de Margarida Gil, e «Le Vent Tourne», de Bettina Oberli.


Faleceu o actor João Ricardo

O actor e encenador João Ricardo faleceu, dia 23, em Lisboa, aos 53 anos, vítima de doença cancerígena.
Iniciou a carreira teatral no Grupo de Teatro de Carnide, em Lisboa, com o encenador Bento Martins, onde trabalhou vários anos como actor e director artístico.
Colaborou regularmente com o Teatroesfera e com o Teatro Nacional D. Maria II, tendo encenado aqui «Sonho de Uma Noite de Berão» e «A ilha Encantada», de William Shakespeare.
No cinema fez parte, entre outros, dos elencos dos filmes «A Passagem da Noite», de Luís Filipe Rocha, «A Costa dos Murmúrios», de Margarida Cardoso, ou «Os Meus Espelhos», de Rui Simões.
Participou ainda em diversas séries televisivas e publicou em 2013 o livro para a infância «Queres Namorar Comigo?»


«Farpões Baldios» vence prémio no Japão

O documentário «Farpões Baldios», de Marta Mateus, conquistou o Grande Prémio do Hiroshima International Film Festival, no Japão, que terminou dia 26.
Primeira obra da cineasta, o filme estreou-se no Festival de Cannes, em Maio último, e venceu, em Julho, o Grande Prémio do Curtas Vila do Conde - International Film Festival.
O argumento aborda a luta dos trabalhadores rurais por melhores condições de vida e evoca a Reforma Agrária no Alentejo na sequência da Revolução de Abril.



Resumo da Semana
Frases