Século XVIII – Igreja Paroquial de Válega

Image 24058

Obra-prima da arte da pintura do azulejo, a Igreja de Válega, Ovar, começou a ser construída em 1746, mas as obras arrastaram-se por mais de um século e continuou a receber intervenções até ao século XX. De estilo barroco, o templo, dedicado a Santa Maria, atrai e surpreende pela imponente fachada principal revestida a azulejos representando cenas bíblicas e religiosas, feitos na Fábrica Aleluia de Aveiro. A presença da arte de azulejaria está também patente no interior, sendo os da capela-mor da autoria do pintor Jorge Colaço (1868-1942), bem conhecido pela obra que deixou em locais tão emblemáticos como a Estação de São Bento, no Porto, ou na Casa do Alentejo, em Lisboa. A igreja conta ainda como motivos de interesse os vitrais, assinados por Cuadrado, de Madrid, a pia baptismal do século XVI, o retábulo principal do século XVIII e os tectos, revestidos com painéis de madeiras exóticas, em abóbada de berço. Toda a azulejaria, tectos e vitrais são do século XX. A decoração desta magnífica igreja serviu de inspiração a uma colecção de moda, de produção nacional, onde se alia, designadamente, segundo os mentores do projecto, a «arte de fazer calçado a outras artes».



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: