Crise na Moldávia por «lei da Rússia»

O Tribunal Constitucional suspendeu a semana passada, pela segunda vez no espaço de dias, os poderes do presidente moldavo. Igor Dodon recusa-se a promulgar uma lei destinada a limitar a emissão de órgãos de comunicação russos no país.

Os altos magistrados consideram que o chefe de Estado não pode impedir a entrada em vigor da chamada «lei da Rússia», votada maioritariamente pelo parlamento, mas a norma está a ser acusada de colidir com a liberdade de expressão e de acesso plural à informação.

Em pano de fundo está a luta entre duas grandes correntes políticas na Moldávia: uma que defende a aproximação à UE e outra que advoga o estreitamento de vínculos com Moscovo.





 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: