A RPDC participará nos Jogos Olímpicos de Inverno
Pyongyang e Seul restabeleceram o diálogo

CONTACTOS As autoridades de Pyongyang e de Seul restabeleceram os contactos directos, interrompidos há dois anos, importante passo para o necessário caminho do desanuviamento na península coreana.

Image 24237

A República Popular Democrática da Coreia (RPDC) e a República da Coreia realizaram na terça-feira, 9, a primeira reunião de alto nível em dois anos, concretizando propostas sobre temas de interesse para ambas as partes.

O diálogo começou na aldeia fronteiriça de Panmunjom, na zona desmilitarizada, e centrou-se na participação da RPDC nas Olimpíadas de Inverno 2018, que decorrerão em Fevereiro, em PyeongChang, na República da Coreia. Mas houve espaço para abordar outras questões bilaterais.

As duas delegações, de cinco membros cada, foram encabeçadas, da parte de Pyongyang, por Ri Son-gwon, presidente do Comité de Reunificação Pacífica da Coreia, e, da parte de Seul, por Cho Myoung-gyon, ministro da Unificação.

Em relação à questão desportiva, ficou acordado que a RPDC enviará às Olimpíadas uma delegação constituída por responsáveis de alto nível, atletas, técnicos, animadores, jornalistas e uma equipa de demonstração de taekwondo. Seul propôs que as delegações dos dois países desfilem em conjunto na abertura e no fecho dos Jogos.

A RPDC insistiu em resolver os problemas que enfrentam as duas partes da Península Coreana mediante o diálogo e negociações, assim como fazer esforços conjuntos para conseguir a paz, a reconciliação e a união de todo o território.

Por seu turno, Seul propôs celebrar antes das festividades do Ano Novo Lunar, a 16 de Fevereiro, uma reunião da Cruz Vermelha para discutir a reunificação das famílias separadas pela guerra de 1950-1953. Também pretende efectuar um encontro a nível militar para procurar alternativas baseadas na cooperação e no respeito recíproco que permitam travar as tensões e promover a paz na península.

Pyongyang e Seul decidiram reabrir uma linha telefónica directa para assuntos militares.

A aproximação entre as duas partes avançou desde que, a 1 de Janeiro, o líder norte-coreano, Kim Jon-un, manifestou a disponibilidade de a RPDC enviar atletas aos Jogos Olímpicos. O presidente sul-coreano, Moon Jae-in, apoiou igualmente as conversações inter-coreanas.

O restabelecimento do diálogo foi acolhido com satisfação pela Federação Russa e pela China, que apelou à comunidade internacional para apoiar o reinício dos contactos bilaterais, uma decisão «positiva», tendo em vista uma solução negociada e pacífica da crise na Península Coreana.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: