Aconteu
Falta de recursos impede acesso à saúde

Por falta de dinheiro, muitos portugueses vêem-se obrigados a prescindir de medicamentos essenciais ou de consultas médicas, revela uma estudo da Escola de Gestão de Informação da Universidade Nova de Lisboa, divulgado, anteontem, dia 6.
Segundo os dados do inquérito, relativos a 2017, 10,8 por cento dos portugueses optaram por não comprar algum medicamento prescrito por um médico devido ao custo dos fármacos.
Este indicador atingiu 15,7 por cento em 2014, baixou para 14,2 por cento em 2015 e para 11,8 em 2016.
Os custos de transporte são outro factor impeditivo do acesso aos cuidados de saúde. O estudo apurou que mais de meio milhão de consultas de especialidade nos hospitais ficaram por realizar devido aos custos de deslocação.
Já as taxas moderadoras levaram os utentes a abdicar de 250 mil consultas, enquanto outras 250 mil não se realizaram devido aos dois factores conjugados. No total cerca de um milhão de consultas não se efectuaram por motivos económicos.
O estudo faz ainda uma avaliação do impacto económico do Serviço Nacional de Saúde, concluindo que «o SNS terá contribuído para uma redução do absentismo em média de 1,9 dias por indivíduo e que terá tido um impacto na produtividade que será o equivalente a 7,3 dias de trabalho não perdidos», permitindo «uma poupança de 3,3 mil milhões de euros, o que se traduziu num retorno económico de cinco mil milhões de euros».


Inéditos de Lopes Graça escutados em Serpa

As Dez Canções Populares Húngaras do compositor português Fernando Lopes-Graça foram interpretadas em estreia mundial, dia 3, na cidade de Serpa, distrito de Beja, no 2.º concerto do Festival Terras Sem Sombra (FTSS).
As peças, escritas há 64 anos mas nunca apresentadas publicamente, foram interpretadas por artistas portugueses e húngaros.
O concerto juntou a cantora lírica meio-soprano Cátia Moreso e o pianista Nuno Vieira de Almeida e os cantores Hanga Kacksó e Áron Vára com Béla Szerényi (sanfona, flauta e «tárogató»), da Academia de Música Franz Liszt de Budapeste, na Hungria.


Atletas portugueses ganham medalhas em mundiais

Nelson Évora conquistou, dia 3, a medalha de bronze dos Mundiais de atletismo em pista coberta, em Birmingham, Inglaterra, batendo o recorde nacional ‘indoor’, com 17,40 metros.
Na véspera, Ivo Oliveira fez história ao classificar-se em segundo lugar na prova de perseguição individual dos Campeonatos do Mundo de Ciclismo em pista coberta, realizados em Apeldoorn, na Holanda.
O jovem ciclista, com apenas 21 anos, obteve assim a primeira medalha para Portugal na modalidade.


Faleceu o coronel João Varela Gomes

O coronel João Varela Gomes faleceu, dia 26, aos 93 anos.
Numa mensagem de condolências enviada à família, o PCP recorda o «percurso antifascista» do coronel, que «lhe valeu a passagem pelas prisões da PIDE».
Lembra a sua participação na campanha eleitoral de Humberto Delgado, bem como a ligação à Conspiração da Sé, em 1959, e ao assalto ao quartel de Beja, na noite de passagem para o ano de 1962.
Após o 25 de Abril de 1974, salienta ainda a nota do PCP, «envolve-se activamente no período revolucionário e participa nas estruturas do Movimento das Forças Armadas. Foi reintegrado no Exército, com posto de Coronel, tendo desempenhado, entre outras funções, a de coordenação da 5.ª Divisão do Estado Maior General das Forças Armadas».


Margarida Tengarrinha lança livro de memórias

«Memórias de uma Falsificadora» é o título do novo livro de memórias de Margarida Tengarrinha, que foi lançado, dia 1, na sala de conferências do Arquivo Nacional/Torre do Tombo, em Lisboa.
A obra que tem como subtítulo «A Luta na Clandestinidade pela Liberdade em Portugal», foi apresentada por Silvestre Lacerda, director do Arquivo Nacional.
Margarida Tengarrinha, que está prestes a completar 90 anos, recorda neste livro, com a chancela das Edições Colibri, os anos da clandestinidade no PCP, quando, ainda estudante de Belas Artes, usou o seu talento de artista para falsificar documentos necessários ao prosseguimento da luta antifascista.



Resumo da Semana
Frases