Breves
Maternidade de Coimbra

Manuel Pires da Rocha, eleito nas listas da CDU para a Assembleia Municipal de Coimbra, condenou a fusão das maternidades Daniel de Matos e Bissaya Barreto, equipamentos que já tiveram condições de excelência. A medida «aprofundaria a desastrosa lógica da fusão dos oito hospitais de Coimbra no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra», advertiu.

Por seu lado, o Movimento Democrático de Mulheres (MDM) alerta para o «estado de degradação e colapso iminente» da Maternidade Bissaya Barreto, «mais um caso preocupante, consequência do continuado e significativo desinvestimento no Serviço Nacional de Saúde». «A situação não podia ser pior», adverte o movimento de mulheres, dando conta do «edificado velho e decrépito», dos «equipamentos escassos e obsoletos» e dos «insuficientes recursos humanos».

O MDM denuncia, também, a situação da urgência pediátrica do Hospital de Évora, dada a falta de profissionais.


Festival da Eurovisão

No dia 15, a Câmara Municipal de Lisboa aprovou, com os votos a favor do PS, PSD e CDS, uma proposta que prevê um investimento de cinco milhões de euros para a organização do Festival da Eurovisão, dos quais 2,8 milhões serão transferidos para a RTP, através de um protocolo a celebrar entre o município, a estação pública de televisão e a Associação de Turismo de Lisboa.

Para o PCP, que votou contra, o aluguer do Altice Arena (dois milhões e 42 mil euros) é «completamente escandaloso, sobretudo se pensarmos que este é um equipamento construído com fundos públicos». Os comunistas criticam, de igual forma, o programa de voluntariado que envolve cerca de 400 pessoas não remuneradas em variadas funções.

Entretanto, anteontem, 20, os eleitos do PCP na Assembleia Municipal de Lisboa apresentaram uma moção onde defendem a revogação do Novo Regime de Arrendamento Urbano, conhecido como a «lei dos despejos» do governo PSD/CDS, que consubstanciou uma verdadeira forma de agilizar os despejos, em especial dos arrendamentos mais antigos.


Visita a Miragaia

Dia 17, no Porto, uma delegação da CDU – composta por Ilda Figueiredo, vereadora na Câmara Municipal, Artur Ribeiro, da Assembleia Municipal, e Carlos Sá, da Assembleia da União de Freguesias de Cedofeita e Centro Histórico, entre outros eleitos – visitou a zona de Miragaia. Na iniciativa abordou-se o trânsito na zona da Alfândega; os problemas de estacionamento; a falta de equipamentos sociais; a necessidade de se terminar as pinturas dos edifícios do Bairro da Lapa.


Boicote ao Faial

João Paulo Corvelo, deputado do PCP na Assembleia Legislativa dos Açores, visitou, nos dias 15 e 16, o Faial, tendo contactado e reunido com diversas entidades e instituições representativas do trabalho, da sociedade e da economia.

No final, em conferência de imprensa, acusou a SATA de estar a fazer um «boicote encapotado» à ilha, reduzindo lugares nos voos da companhia e dificultando o transporte de carga. O deputado comunista criticou, também, as «elevadas tarifas» aéreas praticadas pela SATA nas ligações entre Lisboa e a Horta.


Escola do Feijó

A Câmara Municipal de Almada apreciou, dia 15, em reunião extraordinária, a proposta de adjudicação das obras de remodelação e ampliação da Escola Básica do 1.º Ciclo Maria Rosa Colaço, na Freguesia do Feijó. Esta obra, lançada em Junho de 2017 pelo então executivo da CDU, representa um investimento de 1,5 milhões de euros.


Imposto no Algarve

No dia 12, a Câmara Municipal de Silves manifestou-se contra a aplicação de uma taxa turística nos municípios algarvios, aprovada pela Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL). Segundo a autarquia de maioria CDU, a AMAL ou cada município não podem aplicar aquele «imposto encapotado», que só pode ser instituído pela Assembleia da República (ou pelo Governo com autorização legislativa).


Médio Tejo

Amanhã, 23, o Auditório do Hospital de Torres Novas acolhe, entre as 18h15 e as 20h00, uma sessão comemorativa dos 15 anos de intervenção da Comissão de Utentes da Saúde do Médio Tejo.