Guardas prisionais param em Coimbra

No dia 11, quarta-feira, teve lugar uma concentração de guardas prisionais junto ao Estabelecimento Prisional de Coimbra, contra o horário de trabalho imposto pelo director-geral, cuja demissão voltou a ser exigida pelo Sindicato Nacional do Corpo da Guarda Prisional. Na concentração, que marcou o início de uma semana de greve naquele estabelecimento, compareceu uma delegação do PCP, da qual fez parte Manuel Rocha, eleito na Assembleia Municipal de Coimbra.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: