“Se formos chamados a ajudar o Montepio temos de estar disponíveis.”
(Mário Centeno,

Jornal de Negócios, 19.4.18)

“Uma coisa são acordos de regime, outra coisa são acordos de governo... o Governo é para ir até ao fim da legislatura com esta fórmula governativa.”

(Marcelo Rebelo de Sousa,
Lusa, 19.4.18)

“Se os sábios concluírem que a regionalização é o melhor para o País, os partidos que decidam o que fazer.”

(Álvaro Amaro,
Diário de Notícias, 20.4.18)

“[Justifica-se] plenamente manter no próximo ano o congelamento das remunerações na função pública.”

(Vital Moreira,
Sol, 21.4.18)


“Salários no Estado perdem mais de 20% desde 2010.”

(Título do Expresso, 21.4.18)

“Antes do 25 de Abril de 1974, um tio fugiu para escapar à guerra colonial. Outros fugiram para ir à procura de uma vida melhor..”

(Celso Filipe,
Negócios, 26.04.18)

“A ideia de bloco central empobrece e fragiliza a democracia.”

(António Costa,
Lusa, 21.4.18)

“A força do capitalismo consiste em determinar constantemente situações de crise.”

(Massimo Cacciari,

Público, 22.4.18)

“A convergência entre o PS e o PSD é que é violentamente contra os interesses nacionais.”

(João Oliveira,
Diário de Notícias, 23.4.18)

“Não há folga orçamental.”

(Mário Centeno,
Lusa, 24.3.18)