Aconteu
Lucros da Jerónimo Martins crescem 9 por cento

A Jerónimo Martins, detentora da cadeia Pingo Doce, obteve um resultado líquido de 85 milhões de euros no primeiro trimestre de 2018, anunciou o grupo, num comunicado divulgado no dia 26. Estes resultados representam um acréscimo de 9,1 por cento face ao mesmo período do ano passado. No comunicado, o grupo Jerónimo Martins revela ainda que os resultados das vendas totalizaram 4,2 mil milhões de euros, mais 14,2 por cento do que no período homólogo. O grupo queixa-se da «pressão continuada sobre os custos de pessoal» em diversas empresas, entre as quais o Pingo Doce.


Desigualdade social preocupa portugueses

Os portugueses são os europeus que mais se queixam da desigualdade de rendimentos no País e que mais reclamam medidas ao Governo para reduzir o fosso. Tal é pelo menos a conclusão do inquérito divulgado na segunda-feira, 23, pela Comissão Europeia.

O «Eurobarómetro» sobre «justiça, desigualdades e mobilidade intergeracional» revela que 96 por cento dos portugueses inquiridos consideram que «há diferenças demasiado grandes nos rendimentos auferidos» e 94 por cento concordam que o Governo «deve tomar medidas para reduzir as diferenças nos níveis de rendimento». Em ambos os casos, estes são os valores mais elevados entre os 28 estados-membros.

Depois dos portugueses, quem mais se queixa da desigualdade de rendimentos são os alemães e os lituanos (92%), enquanto no extremo oposto da lista estão os holandeses (59%), dinamarqueses (63%) e suecos (69%), sendo que em média 84 por cento dos europeus concordam que a disparidade de rendimentos nos respectivos países é demasiado elevada.


Iniciativas da Associação Conquistas da Revolução

Em 6 de Abril, realizou-se na Casa Sindical, no Porto, a abertura da exposição itinerante «Revolução dos Cravos. Vivências a Norte», iniciativa da Associação Conquistas da Revolução.

Na sessão inaugural, Manuel Freitas historiou a longa e corajosa luta dos trabalhadores pela sua organização nas empresas e pela construção do movimento sindical unitário. Jorge Sarabando descreveu os diversos golpes e conspirações da direita contra o 25 de Abril e as suas conquistas. A exposição estará patente na Associação de Jornalistas e de Homens de Letras do Porto a partir de 30 de Abril.

A 12 de Abril, na Casa do Alentejo, em Lisboa, também por iniciativa da Associação Conquistas da Revolução, procedeu-se ao lançamento do livro «Diário da Contra-Revolução», com a participação de Manuel Begonha, Batista Alves, António Modesto Navarro e Nuno Lopes.


Óbidos inaugura Casa José Saramago

A Casa José Saramago foi inaugurada, na segunda-feira, 23, Galeria do Pelourinho, em Óbidos, em resultado de uma parceria entre a Fundação do Nobel da Literatura e a Óbidos Cidade Criativa da Literatura da UNESCO, sedeada naquela vila.

Simbolicamente o espaço abriu portas na data em que se comemora o Dia Mundial do Livro. Dotado de um auditório, uma galeria e uma biblioteca/sala de leitura, com toda a obra de Saramago em todas as línguas e outros livros de outros autores, por ali passarão exposições, lançamentos de livros, filmes, espectáculos, entre outras iniciativas.


Janita Salomé lança novo álbum

«Valsa dos Poetas» é o título do novo álbum de Janita Salomé, editado dia 20, cuja sonoridade vai «desde o Próximo Oriente, ao Alentejo e Norte de África», segundo declarou o músico à agência Lusa.

O álbum é constituído por 12 temas, três deles recriados: «Não é Fácil o Amor», «A Al’Mutamid» e «Era um Redondo Vocábulo».

Referindo-se ao CD, o 15.º da sua carreira, o músico afirmou que é «uma homenagem assumida aos poetas», que sempre «tiveram toda a importância» no seu trajecto artístico. Do alinhamento fazem parte poetas como José Jorge Letria, José Afonso, Camões, Jaime Rocha e Ibn Amar.



Resumo da Semana
Frases