Acto de agressão, em flagrante afronta à Carta das Nações Unidas
Posição conjunta contra bombardeamento à Síria

SOLIDARIEDADE Por iniciativa do PCP, dezenas de partidos comunistas e progressistas de todo o mundo adoptaram uma posição conjunta condenando o bombardeamento da Síria pelos EUA, Reino Unido e França.

No documento, que continua aberto a subscrições, os partidos signatários expressam a «veemente condenação da agressão militar imperialista contra a República Árabe Síria protagonizada pelos EUA, Reino Unido e França», e consideram que este «inaceitável acto de agressão, em flagrante afronta à Carta das Nações Unidas e o direito internacional, se insere na escalada de confronto e guerra de agressão do imperialismo, de imprevisíveis e perigosas consequências para a Síria, o Médio Oriente e o Mundo».

O texto apela ainda à «solidariedade com o povo sírio que, enfrentando desde há sete anos a agressão do imperialismo norte-americano e seus aliados – seja de forma directa ou por intermédio da acção de grupos terroristas –, resiste e luta em defesa da sua soberania, da independência e integridade territorial do seu país, do direito a decidir, livre de quaisquer ingerências, o seu destino».

A posição conjunta já foi assinada pelos Partidos Comunistas: Sul Africano; da Albânia; Alemão; da Argentina; da Áustria; do Bangladesh; da Valónia-Bruxelas (Bélgica); da Bolívia; do Brasil; Brasileiro; Britânico; do Canadá; da Boémia e Morávia; do Chile; Colombiano; da Costa Rica Vanguarda Popular; da Dinamarca; Egípcio; do Equador; de Espanha; dos Povos de Espanha; dos Estados Unidos da América; Filipino (PKP – 1930); da Finlândia; Francês; da Índia (Marxista); da Índia; Iraquiano; da Irlanda; de Israel; Unificado da Geórgia; Italiano; Jordano; Libanês; do Luxemburgo; da Macedónia; de Malta; da Noruega; do Paquistão; Paraguaio; Peruano; Português; da Federação Russa; Sírio; do Sri Lanka; Sudanês; da Suíça; da Ucrânia; do Uruguai e da Venezuela.

Subscrevem ainda o documento: Partido dos Comunistas da Sérvia; Novo Partido Comunista Britânico; Novo Partido Comunista da Holanda; Novo Partido Comunista da Jugoslávia; Partido da Refundação Comunista (Itália); União de Partidos Comunistas – PCUS; Comunistas da Catalunha; Frente Democrática de Libertação da Palestina; Frente Popular de Libertação da Palestina; Frente Popular Socialista (Marxista) (Lituânia); Partido do Povo do Irão (Tudeh); Partido do Povo Palestiniano; Partido do Trabalho da Bélgica; Partido dos Trabalhadores da Irlanda; Partido dos Trabalhadores do Bangladesh; Partido dos Trabalhadores Húngaros; Partido Popular Socialista APN (México); Partido Progressista do Povo Trabalhador – AKEL (Chipre); Partido Socialista dos Trabalhadores da Croácia; Partido Socialista Romeno; Partido Suíço do Trabalho; Pólo da Renascença Comunista em França; Tribuna Democrática Progressista (Bahrein) e União do Povo Galego.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: