Luta firme na Bimbo

No final de uma semana de luta, com concentrações diárias, durante a tarde, no exterior da empresa, em Mem Martins (Sintra), os trabalhadores da Bakery Donuts Portugal (designação que resultou da aquisição da Panrico, há cerca de dois anos, pela multinacional Bimbo), afirmaram a determinação de levarem o seu protesto para a manifestação da CGTP-IN, no dia 1 de Maio, em Lisboa.

Os trabalhadores e o seu sindicato (Sintab, da Fesaht/CGTP-IN) exigem que a administração cumpra o contrato colectivo de trabalho, em especial quanto ao pagamento do trabalho nos feriados, o que motiva uma firme recusa de laborar nestes dias ao longo dos últimos quatro anos.

As concentrações de 23 a 27 de Abril, com greve no dia 25, tiveram ainda por objectivo exigir aumentos salariais justos e sem discriminações e contestar a administração, acusada de ameaças e recusa de qualquer diálogo com o sindicato, comportamento exposto num abaixo-assinado a enviar à Bimbo Iberia.

Na sexta-feira, 27, ao início da tarde, os trabalhadores voltaram a receber expressões de solidariedade, designadamente, do PCP, através do deputado Miguel Tiago, e da CGTP-IN, representada pelo seu Secretário-geral, Arménio Carlos.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: