[Seria] bom rever a Lei da Greve,*antes que os extremismos políticos*ganhem veladamente terreno com a promessa de ordem no país.”

(Alberto João Jardim,
Lusa, 11.5.18)

O ministro da Saúde já não existe.”

(Ricardo Batista Leite,
Assembleia da República, 11.5.18)

 

Sobre o PSD resta pouca coisa sobre as substâncias políticas e as propostas. Resta trabalhar no ‘soundbite’ e de 15 em 15 dias fazer um pedido qualquer que evidentemente não tem nenhum sentido.”

(Adalberto Campos Fernandes,
Ibidem)

 

Não tenho nenhuma razão para pensar que em 2019 não vamos ter o Orçamento aprovado.”

(António Costa,
Diário de Notícias, 12.5.18)

 

Como costuma dizer o PCP, enquanto houver caminho para andar vamos caminhando, e é isso que vamos fazer.”

(Idem, ibidem)

 

O jornalismo é um dos alicerces fundamentais numa sociedade democrática. Refiro-me ao jornalismo protagonizado pelo profissional que dignifica o código deontológico a que está sujeito.”

(D. Jorge Ortiga,
Agência Eclesia, 13.5.18)

 

Apesar de tudo, o nosso SNS é*exemplar. (...) Nos últimos dez anos, a esperança de vida em Portugal aumentou quatro anos.”

(Pedro siza Vieira,
Antena 1, 13.5.18)

 

A segurança não deve ser [um assunto] da esquerda libertária nem da direita trauliteira.”

(Bacelar Gouveia,
Diário de Notícias, 14.5.18)

 

Mudança de embaixada dos EUA [para Jerusalém] é uma nova ocupação.”

(Mahmoud Abbas,
Público, 15.5.18)