Extrema-direita e M5 Estrelas ultimam acordo em Itália

Em negociações há várias semanas, as direcções dos partidos Liga (extrema-direita) de Matteo Salvini, e Movimento 5 Estrelas (populistas), de Luigi Di Maio, estavam próximas de concluir uma acordo de governo em Itália.

Segundo Salvini, ainda existiam alguns obstáculos entre as duas formações como «visões diferentes» sobre as infra-estruturas, mas também a imigração ou as relações com a União Europeia.

Antes, Luigi Di Maio explicara que tinha solicitado ao chefe de Estado italiano «alguns dias» para elaborar um programa comum de governo.

«Estamos em vias de discutir a ideia de Itália, porque se for para o governo quero fazer o que prometi aos italianos», declarou Salvini, depois de uma reunião de uma hora com o Presidente da República, Sergio Mattarella, realizada na segunda-feira, 15.

De acordo com a imprensa italiana, as duas formações deverão apresentar uma figura independente para liderar o próximo governo, pondo assim termo a um impasse de dois meses, após as eleições legislativas, em que se sucederam rondas de negociações infrutíferas entre os partidos.

 



 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: