UE acelera exploração dos motoristas

Dezenas de motoristas de pesados de passageiros e mercadorias participaram, no dia 22 de Maio, numa audição do PCP sobre as medidas da União Europeia para o sector. A iniciativa, que contou com a presença de João Pimenta Lopes, deputado do Partido no Parlamento Europeu, centrou-se no Pacote de Mobilidade, com elevado impacto sobre os trabalhadores motoristas de veículos pesados, sejam eles de mercadorias ou passageiros.

Em causa está a revisão de directivas que determinam o tempo de condução e descanso, o tacógrafo digital, regras de cabotagem e acesso à actividade e destacamento de trabalhadores. Como o PCP defende no Parlamento Europeu, e as intervenções proferidas na audição comprovaram, estas medidas têm como objectivos centrais o aprofundamento da exploração dos trabalhadores, a maximização do lucro dos patrões e a concentração das empresas deste sector em grandes multinacionais.

A luta que se trava, também no plano institucional, entre quem representa os interesses dos patrões do sector, como a UE e os diversos governos, incluindo o português, e quem se bate pelos interesses dos trabalhadores, como o PCP, esteve igualmente em realce.




 Versão para imprimir            Enviar este texto            Topo

Outros Títulos: